sete dias sem medo da notícia
Guimarães publica nota falsa a pedido do Abolição para evitar crise de Camilo e FGs
Deputado federal cearense José Guimarães (PT)
Por : Redação CN7
28/09/17 19:57

O líder da Minoria na Câmara, deputado federal José Guimarães (PT), reagiu assustado e tentou desmentir a informação dada por ele dentro do plenário da Câmara Federal, na noite de quarta-feira (27), ao portal Ceara News 7, anunciando estar assegurado um acordo do PT com o PMDB do senador Eunício Oliveira (PMDB).

A aliança de Guimarães com Eunício está tão sólida, que o petista confessou que caso o governador Camilo Santana ceda às pressões dos Ferreira Gomes, o PT pode ter outro candidato ao Governo do Ceará. Essa declaração serve para pressionar Camilo a não recuar na aliança com Eunício.

Porém, diante das pressões sofridas por Guimarães, para não antecipar o anúncio desse acordo que é do agrado de Camilo e também do ex-governador Cid Gomes, mas sofre o veto de Ciro Gomes, o deputado José Guimarães recuou em suas posições atendendo um apelo do Abolição.

A nota de Guimarães é faz de conta. Se Eunício topar, a ordem de Lula é fechar a aliança com o PMDB no Ceará. Lula não confia nos irmãos Ferreira Gomes, e teme que Camilo fique amarrado por eles e impedido de fazer sua campanha no Ceará. Daí, a aposta de Lula é trazer Eunício para o seu lado.

Leia o esforço inútil do deputado José Guimarães em desmentir a verdade contada por ele ao portal Ceara News 7 em Brasília:

Acerca das notícias que estão sendo veiculadas sobre um possível acordo entre o Partido dos Trabalhadores e o PMDB para campanha ao governo do Estado em 2018 venho esclarecer que estive, nesta quarta-feira (27/9), em uma audiência com o presidente do Senado, Eunício Oliveira, para tratar sobre a proposta de reforma política que estava em pauta na Câmara dos Deputados. O governador do Ceará, Camilo Santana, estava presente na sala do senador tratando de outros assuntos referentes à liberação de verbas para o Estado.
Como membro da Executiva Nacional do PT, cabe a mim seguir as decisões do partido no Ceará em relação às eleições de 2018. Só existe uma definição clara sobre o pleito do próximo ano: apoio à candidatura de Lula e à reeleição de Camilo Santana. Lula lá e Camilo cá. Além disso, vamos dialogar com os partidos aliados para manter a vaga do PT no Senado.
Portanto, não procede a informação que na referida reunião foi fechada aliança para a disputa das eleições majoritárias em 2018.
José Guimarães
Deputado federal e membro da Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores

LINKS PATROCINADOS