Sete dias por semana sem medo da notícia!
Guarda Municipal e PM fecham “baile funk” no bairro Pirambu
Além de aglomerar pessoas, o risco de atos de violência foram registrados no local
Várias jovens estavam no local quando a Guarda Municipal e a PM fizeram o cerco
Ouça a matéria

Guardas municipais de Fortaleza e policiais militares interromperam uma festa funk que acontecia na noite deste domingo (28) na zona Oeste de Fortaleza e causava uma grande aglomeração de pessoas. O fato ocorreu por volta das 22 horas quando a festa, que era patrocinada por uma facção criminosa que atua na área, era movida por bebidas, drogas e som em alto volume, incomodando a vizinhança.

Policiais militares foram acionados via Ciops e a Guarda Municipal, que estava realizando uma blitz de saturação nos bairros próximos, também foi mobilizada e logo a área onde ocorria o baile funk foi cercada por homens e viaturas das duas corporações.

De acordo com  as autoridades, a festa reunia dezenas de jovens e causava o temor aos moradores de que pudesse se transformar em um caso de violência devido à guerra travada entre facções. Rapidamente, as equipes da Guarda Municipal e da PM dominaram a situação detendo vários participantes. Alguns foram encaminhados ao plantão do 7º DP (Pirambu). Várias mulheres, entre elas algumas adolescentes, foram também detidas no local.

Operações

Durante todo o fim de semana, a Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) realizou operações de prevenção à violência em bairros onde estão instaladas as Torres de Vigilância Comunitária do Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU), que mantém uma vigilância 24 horas nas ruas. As operações foram realizadas em conjunto com outros órgãos municipais, como a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) e a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), com o apoio de companhias e batalhões da PM.

Além da prevenção à violência, as blitz conjuntas GMF/PM também atuam na fiscalização do decreto estadual que determina regras de prevenção à pandemia do novo Covid-19. Ao menos, dois restaurantes da Capital foram fechados pela fiscalização por terem desobedecido as  regras de funcionamento previstas na lei.  

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também