Sete dias por semana sem medo da notícia!
Funcionários fecham portões e cortam energia em greve na sede do Vasco da Gama
Funcionários estão há três meses sem salário
Foto: Reprodução / Globo Esporte

Os funcionários do Vasco da Gama, do Rio de Janeiro, fizeram uma greve na manhã de hoje. Os integrantes envolvidos na paralisação estão há três meses sem receber salários. O protesto foi feito na entrada da sede social do clube. Os portões foram fechados, e o fornecimento de energia desligado.

Os principais alvos da manifestação foram Roberto Monteiro e Julio Brant, os líderes dos grupos Identidade Vasco e Sempre Vasco. Eles fazem parte da oposição ao presidente Alexandre Campello.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também