Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Firjan aponta estados que vão terminar 2024 com rombos bilionários

Ceará está na lista da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro

18/05/24 11:04

Dados da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) mostram que o Ceará está entre os estados brasileiros que vão fechar o ano de 2024 com défict orçamentário, com R$ 3,9 bilhões de rombo. O estado é o terceiro, perdendo para Rio de Janeiro (R$ 10,3 bilhões) e Minas Gerais (R$ 4,2 bilhões). As informações foram divulgadas hoje (18) pelo site Metrópoles.

Na avaliação de Nayara Freire, especialista em estudos econômicos da Firjan, um problema estrutural comum aos entes federativos é a rigidez orçamentária. “Quase 50% do orçamento dos estados brasileiros é destinado a pagar despesas com pessoal ou juros e amortizações da dívida – que são despesas de caráter obrigatório”.

Outro entrave estrutural que complica a situação fiscal dos estados é o desequilíbrio previdenciário, com despesas que superam as receitas.

Estados com déficit

1 – Rio de Janeiro – R$ 10,3 bilhões
2 – Minas Gerais – R$ 4,2 bilhões
3 – Ceará – R$ 3,9 bilhões
4 – Paraná – R$ 3,5 bilhões
5 – Rio Grande do Sul – R$ 3,1 bilhões
6 – Bahia – R$ 2,1 bilhões
7 – Goiás – R$ 1,8 bilhão
8 – Santa Catarina – R$ 1,4 bilhão
9 – Roraima – R$ 1,2 bilhão
10 – Amazonas – R$ 843 milhões
11 – Distrito Federal – 812 R$ milhões
12 – Paraíba – R$ 700 milhões
13 – Pará – R$ 655 milhões
14 – Mato Grosso do Sul – R$ 595 milhões
15 – Piauí – R$ 558 milhões
16 – Pernambuco – R$ 497 milhões
17 – Rio Grande do Norte – R$ 417 milhões
18 – Sergipe – R$ 363 milhões
19 – Maranhão – R$ 133 milhões
20 – Tocantins – R$ 74 milhões
21 – Acre – R$ 47 milhões
22 – Alagoas – R$ 33 milhões
23 – Rondônia – R$ 2 milhões

Estados no azul

1 – São Paulo + R$ 7,1 bilhões
2 – Amapá + R$ 1 bilhão
3 – Espírito Santo + R$ 141 milhões

Estado sem perda nem ganho

1 – Mato Grosso = zero

LINKS PATROCINADOS