Filiação de Cid ao PSB gera racha com PDT, que adere ao governo de Raquel Lyra

Prefeito de Recife, João Campos, por sua vez, perde o apoio do PDT para sua reeleição

Carlos Lupi ao lado da governadora de Pernambuco, Raquel Lyra. (Foto: reprodução/vídeo)

08/02/24 17:44

A filiação do senador Cid Gomes ao PSB no Ceará pôs fim na aliança do partido com o PDT, que aderiu ao Governo Raquel Lyra (PSDB), em Pernambuco. O prefeito de Recife, João Campos (PSB), por sua vez, perde o apoio do PDT para sua reeleição.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

O primeiro pedetista a entrar no Governo Raquel Lyra foi Ismênio Bezerra, empossado nesta quinta-feira (8) como novo secretário estadual da Criança e Juventude de Pernambuco. Ismênio foi indicado pelo presidente nacional do PDT licenciado, Carlos Lupi, e pelo presidente estadual do PDT de Pernambuco, Wolney Queiroz. Lupi, inclusive, esteve presente na cerimônia de posse, realizada no Palácio do Campo das Princesas, em Recife.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

A adesão dos pedetistas ao Governo Raquel Lyra é consequência da filiação de Cid Gomes, que trocou o PDT pelo PSB, no Ceará, levando a ex-governadora Izolda Cela e mais de 30 prefeitos. Além disso, a atual vice-prefeita de Recife, Isabela de Roldão (PDT), pode não ser candidata à reeleição na chapa de João Campos, em Recife.

LINKS PATROCINADOS