Sete dias por semana sem medo da notícia!
Falta de transparência em consórcios de saúde revelada pelo CN7 é descoberta pelo DN

O CN7 denunciou em abril a falta de transparência nos consórcios de saúde do Ceará. Dois meses depois, o Diário do Nordeste desta segunda-feira (10) traz como manchete de capa a mesma notícia. Como os leitores deste portal gostam de dizer: “Antes tarde do que nunca”.

Segundo matéria do DN, os consórcios ” recebem altas quantias em verbas públicas, mas nenhum deles prestou contas de maneira adequada de acordo com as exigências do Tribunal de Contas do Estado (TCE-CE)”.

Ainda de acordo com o jornal, “só no ano passado, o Estado repassou às gestões um total de R$ 105 milhões e, agora, o TCE-CE promete passar uma lupa nas contas dos consórcios. Na análise das contas do governador Camilo Santana (PT) do ano passado, uma das ressalvas feitas pelo órgão de controle externo foi justamente a prestação de contas deficiente dos consórcios públicos de saúde, algo que vem se repetindo nas observações dos técnicos da Corte desde 2014, ou seja, um problema recorrente”.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também