sete dias sem medo da notícia
Ex-PM revela esquema do presidente da Câmara de Juazeiro para cassar Glêdson
João Paulo receberia R$ 200 mil se prefeito de Juazeiro do Norte fosse cassado
Darlan Lobo
Por : Redação CN7
02/03/21 10:45

O ex-policial militar e youtuber, João Paulo Ramos, de 39 anos, foi responsável por apresentar pedido de impeachment contra o prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra. Ele agiu a mando do presidente da Câmara do Município, Darlan Lobo, e o primeiro-vice-presidente, Capitão Vieira. Pelo trabalho, recebeu R$ 20 mil. Caso o afastamento do prefeito acontecesse, iria embolsar R$ 200 mil.

Mas o esquema não deu certo. Mesmo com o processo de impeachment já em trâmite na Câmara, a Justiça mandou suspender.

Em tempo

E o pior, João Paulo Ramos foi preso em flagrante ontem (2) por extorsão contra o vereador Márcio Jóias. Ele ameaçava o parlarmentar com denúncia que poderia afastálo do cargo.

Ouça relato de Márcio Jóias contra João Paulo

Em tempo II

A prisão de João Paulo aconteceu por volta das 12h30min, enquanto o suspeito saía de um imóvel pertencente ao parlamentar que está localizado na Rua São Francisco, no centro da cidade. No momento da prisão, ele estava com um valor de R$ 7 mil em um dos bolsos que, supostamente, pertenceria ao vereador.

João Paulo foi levado por uma patrulha da Força Tática para a 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil. Em depoimento, o acusado não soube explicar a procedência do dinheiro que carregava e tampouco deu explicações claras sobre a origem.

Segundo o Tenente Lindemberg, Comandante da Subagência de Inteligência do 2º Batalhão da Polícia Militar, caso a prática do crime seja constatada o ex-PM poderá ser condenado à reclusão por um período de 4 a 6 anos. “Tudo indica que ele realmente fique preso”, disse.

Entenda o caso

LINKS PATROCINADOS