Sete dias por semana sem medo da notícia!
“Estratégia de Ciro de atacar o PT está errada”, declara Camilo ao Estado de S. Paulo
Camilo defende força da legenda na formação de candidatura forte
Governador do Ceará, Camilo Santana

Após as declarações do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva em entrevista ao portal UOL, agora é a vez do governador Camilo Santana (PT) condenar as atitudes de Ciro Gomes. Em entrevista ao Estado de S. Paulo, Ciro afirma que Ciro erra ao adotar uma estratégia de ataques frequentes ao PT.

Segundo Camilo, Ciro erra porque ninguém consegue construir uma candidatura viável de centro-esquerda sem apoio do PT. O governador afirmou ainda que o Partido dos Trabalhadores adota uma tática errada na forma como faz oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro.

Leia abaixo trechos da entrevista que está completa no site do Estadão:

Os sucessivos ataques de Ciro ao PT podem causar algum abalo na
relação entre o senhor e os Ferreira Gomes?

Abalo na relação deles com o PT existe, né? Na nossa relação, não. Temos uma relação muito sólida com base em um projeto no qual a gente acredita para nosso Estado. Posso ter divergências quanto ao comportamento do Ciro, acho que a estratégia dele está errada, mas respeito a posição.

Por que a estratégia de Ciro está errada?


Porque acho que nenhuma candidatura se constituirá à esquerda, centro-esquerda, se não tiver o PT como aliado. O PT demonstrou uma força extraordinária na última eleição. Fernando Haddad teve 47 milhões de votos, o partido elegeu a maior bancada federal, a maioria dos governadores. Tem uma base social muito forte. O Ciro sempre foi muito aliado, Lula não pode mais ser candidato. Defendi lá atrás que Ciro fosse candidato, defendi a chapa Ciro-Haddad, fui um dos primeiros. Era o momento de se unir em torno de um projeto.

Pesquisas mostram que o PT é importante, mas dificulta as candidaturas no segundo turno. O que o PT tem de fazer para tirar esse peso?

Defendi isso ainda no segundo turno (da eleição presidencial de 2018). Achava que Haddad deveria se apresentar para o Brasil de forma diferente. E isso é minha opinião pessoal. Deveria ter ido para a televisão e ter reconhecido que o PT cometeu erros na economia, na política. E como professor, que acredita na educação, se propor a unir o Brasil. Existia uma polarização muito grande.

Publicidade
Mais Lidas