sete dias sem medo da notícia
Indecisão
Entenda como a filiação de Bolsonaro ao PP pode provocar mudanças no cenário eleitoral do Ceará
Presidente também recebeu convites para o PL e o Republicanos
AJ Albuquerque e Jair Bolsonaro (Imagem: Instagram)
Por : Redação CN7
07/11/21 10:54

A menos de quatro meses do fim do prazo para filiação, o presidente Jair Bolsonaro já enfrenta uma série de entraves para escolher entre as três legendas que já se posicionaram a favor de recebê-lo: PP, PL ou Republicanos.

“Eu estou na iminência de decidir. Tem três partidos me namorando. Por enquanto, sou bonito. Não sei amanhã. Mas tenho que negociar para os outros dois não darem pancada em mim”, afirmou o presidente durante conversa com jornalistas no Paraná.

Um dos entraves é a oposição de diretórios estaduais alinhados a outros presidenciáveis como o ex-presidente Lula (PT), Ciro Gomes (PDT) e os tucanos João Doria e Eduardo Leite. Além disso, há resistência em acolhes nomes ligados ao bolsonarismo, hoje dispersos em outros partidos.

A situação no Ceará

Caso decida pela filiação ao PP (atualmente com o maior Fundo eleitoral – R$ 141 milhões), Bolsonaro continuará com apoio do deputado federal AJ Albuquerque. Entretanto, seu pai, Zezinho Albuquerque (PDT), é secretário na gestão do governador Camilo Santana (PT) e mantém ligação direta com Ciro Gomes.

*Com Folha de S. Paulo.

LINKS PATROCINADOS