sete dias sem medo da notícia
Operação
Empresários, secretários e servidores estão presos por fraudes em Altaneira
O grupo é acusado do desvio de verbas públicas em fraudes nas licitações oficiais
Por : Fernando Ribeiro
10/12/20 11:12

A Polícia Civil confirmou a prisão de 13 pessoas, entre gestores e servidores públicos, além de empresários, durante a operação de combate ao desvio de verbas públicas e lavagem de dinheiro a partir de fraudes em licitações junto à Prefeitura de Altaneira, município localizado na Região Sul do Ceará (a 550Km de Fortaleza).

Os presos na operação desencadeada nesta quinta-feira (10), são as seguintes pessoas: José Humberto, secretário da Administração de Altaneira; Jamila Landim, secretária de Saúde; Francisco Freire, o “Dean”, empresário; Fabíola Bezerra, empresária; Edileuza Duarte, presidente da Comissão de Licitação; Luzanira Estevão, da Comissão de Licitação, e  Juscelino Gonçalves, contador.

Também foram presos por ordem judicial os seguintes servidores públicos da Prefeitura de Altaneira: Renata Soares, Marecir Venâncio, Ítalo Duarte, Rômulo Almeida e Luiz Daniel.

Cidades

As 13 pessoas tiveram prisão preventiva decretada pela Justiça a pedido do Ministério Público e figuram nas investigações sobre o desvio de verbas públicas e, posteriormente, a lavagem do dinheiro tirado dos cofres públicos.

Durante a “Operação Salus”, desencadeada na manhã de hoje, foram realizadas diligências policiais para a prisão de pessoas e cumprimento de mandados de busca e apreensão e de seqüestro de bens nas seguintes cidades: Altaneira, Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Nova Olinda, Aurora e Antonina do Norte, todas situadas no Cariri; além de Beberibe, no Litoral Leste do estado do Ceará.  

O montante desviado dos cofres públicos não foi ainda revelado pelas autoridades.

LINKS PATROCINADOS