sete dias sem medo da notícia
Empresa acusa Governo do Ceará de comprar respiradores piratas
Por : Redação CN7
01/07/20 16:59

A empresa Exxomed Equipamentos, de São Paulo, acusa o Governo do Ceará de comprar respiradores piratas para tratar pacientes com Covid-19. Segundo matéria do site Metrópoles, desta quarta-feira (1º), ela é a única que possui licença e registro para comercializar os equipamentos Shangrila 510s e VG70 no país.

Segundo a empresa, os equipamentos não teriam passado pela avaliação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e podem apresentar problemas de calibragem e de operação, colocando a vida dos pacientes de coronavírus em risco.

Ainda de acordo com a Exxomed, A empresa chegou a alertar o governo do Ceará sobre os riscos de comprar os respiradores sem que antes eles passassem pelos ajustes necessários, já que são equipamentos adequados para a Europa e precisam de uma troca de software, calibragem e operação, conforme exigência da Anvisa. Contudo, foram ignorados.

Em tempo

Em nota, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informou que “todos os aparelhos respiradores adquiridos em compra internacional para ampliar o enfrentamento à Covid-19 no Ceará estão em pleno funcionamento, seguindo todos os procedimentos sanitários preconizados pela Anvisa”.

“Os aparelhos contam com os principais certificados internacionais de qualidade, sendo utilizados em todo o mundo. Em tempo, a compra foi realizada antes da referida assinatura da Exxomed com a União, datada de 26/3/2020”, diz a nota.

Em tempo II

No Ceará, as pessoas acreditam que o Governo do Estado está trabalhando sem descanso para salvar vidas.

Com informações do site Metrópoles

LEIA TAMBÉM