Sete dias por semana sem medo da notícia!
Emoções do Fla-Flu: Abel Braga passa mal, expulsões, uso do VAR e classificação
Adversário do Flamengo será definido na noite de hoje, Bangu ou Vasco da Gama
Foto: Flamengo

O Fla-Flu das semifinais do Campeonato Carioca foi movimentado, polêmico e digno de ser chamado de clássico. Além dos problemas dentro das quatro linhas, o técnico Abel Braga, do Flamengo, passou mal após o gol de pênalti marcado por Éverton Ribeiro que deu a vitória e a classificação ao Rubro-Negro. O treinador passou a noite no hospital para realização de exames e, segundo informações médicas, ele não sentiu dores e está bem.

Quanto ao jogo, o mando de campo era do Fluminense. Foi uma noite para o VAR aparecer. O chamado árbitro de vídeo foi acionado algumas vezes. Dois jogadores foram expulsos, Bruno Henrique, do Fla, e Paulo Henrique Ganso, do Tricolor.

A vantagem era do Flamengo, que abriu o placar com Renê. Léo Duarte, entretanto, cometeu falta dentro da área e, de pênalti, Yony Gonzáles empatou. O resultado positivo veio por meio dos pés de Éverton Ribeiro. Aos 49 minutos do segundo tempo, o jogador do Flamengo cobrou outra penalidade, levando a torcida à loucura pela forma como agiu. Esperou o goleiro Rodolfo praticamente cair para escolher onde chutar. Os nervos estavam à flor da pele.

Com a vitória por 2 x 1, o time comandado por Abel está na final da Taça Rio. O adversário do Flamengo pode ser Bangu ou Vasco da Gama, os quais duelam hoje, às 21h30, no Maracanã. A grande final está marcada para domingo, dia 31 de março.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também