sete dias sem medo da notícia
Acidentes
Emergência do IJF acolhe mais de 80 vítimas de acidentes com cobras em 2021
O IJF vai realizar uma ação para reforçar os cuidados para evitar a picada
Cobra naja de 1,5 metro que picou um estudante de veterinária em Brasília e está no Zoológico da capital federal. (Foto: Ivan Mattos/Zoológico de Brasília/Agência Brasil)
Por : Redação CN7
17/09/21 19:07

O Hospital Instituto Dr. José Frota (IJF), em Fortaleza, registrou, nos últimos três anos, cinco mortes por picadas de serpentes. Porém, o número de casos registrados de acidentes com cobras, em 2021, é, até o momento, o menor dos últimos três anos.

Somente este ano, 86 pacientes foram ao IJF após sofrerem acidentes com cobras, sendo a jararaca a espécie mais recorrente, com 68 casos. Em 2020, ao todo, 144 vítimas foram hospitalizadas. Em 2019, a emergência do hospital registrou 212 internações.

Entre as ações de prevenção para evitar esse tipo de acidente, estão o uso de equipamentos individuais na agricultura e jardinagem, a checagem de roupas e sapatos antes de vesti-las, como também evitar nas matas e vegetações rasteiras ao amanhecer e entardecer. “Dessa forma, reduziremos o número desses envenenamentos”, disse Polianna Lemos, chefe do Núcleo de Assistência Toxicológica do IJF.

Neste domingo (19), o IJF vai realizar uma ação para reforçar os cuidados necessários para evitar a picada de serpentes. A será feita em comemoração ao Dia Internacional de Atenção aos Acidentes Ofídicos.

LINKS PATROCINADOS