X
Sete dias por semana sem medo da notícia!
Em menos de 24 horas, duas mulheres foram mortas na Capital por ordem do tráfico
Uma mulher de 27 anos foi assassinada na presença da filha de 8 anos, no Mucuripe. Na Granja Lisboa, bandidos sequestraram e mataram uma adolescente. Até agora, nenhum suspeito foi preso
As duas jovens foram mortas de forma violenta. DHPP já investiga os dois casos

Subiu para 294 o número de mulheres assassinadas no Ceará neste ano. Nas últimas 24 horas, mais dois crimes de morte do gênero foram registrados em Fortaleza. Uma mulher de 27 anos foi morta, a tiros,  na presença da filha, uma criança de 8 anos. O segundo assassinato teve como vítima uma adolescente que foi seqüestrada, amordaçada e fuzilada com 10 tiros no rosto.

Marciele dos Santos de Lima, 27, estava em um ponto de ônibus na Avenida Vicente de Castro, a poucos metros da Capitania dos Portos, no bairro Cais do Porto (Mucuripe), quando foi baleada e morta por desconhecidos. A Polícia suspeita de um crime de vingança ou de “acerto de contas”

Segundo as primeiras investigações, Marciele  era companheira um traficante de drogas que foi assassinado há poucos meses, na comunidade da Estiva. Ela vinha sendo ameaçada de morte e, na manhã desta quarta-feira, por volta de 10 horas, foi executada sumariamente na rua.

Outro caso

Ainda na madrugada de quarta-feira, uma adolescente de apenas 15 anos, foi seqüestrada em casa, no Bairro Bom Jardim, e levada por criminosos em um automóvel. Horas depois, o corpo da garota foi encontrado em um terreno baldio localizado na esquina das ruas Coronel Fabriciano e Umuarama, na Granja Lisboa. A Perícia Forense (Pefoce) constatou que a menor foi atingida por, pelo menos, 10 tiros do rosto.

A Polícia acredita que a execução sumária foi fruto da guerra entre facções do bairro.

 

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também