Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Eduardo Girão é o quarto cearense envolvido em tentativa de golpe de Estado

Senador cearense levava congressistas ao "QG do Golpe"

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

16/02/24 18:27

O senador Eduardo Girão (Novo) – na época, filiado ao Podemos – é o quarto cearense supostamente envolvido na tentativa de golpe de Estado para manter o então presidente Jair Bolsonaro (PL) à frente do Poder Executivo. De acordo com o portal Metrópoles, o senador cearense era o responsável por levar outros parlamentares, como Marcel Van Hattem (Novo/RS), para falar com o general Walter Braga Netto, no QG do Golpe, localizado em uma casa no Lago Sul, em Brasília.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

Além de Eduardo Girão, outros senadores “bolsonaristas” estiveram no QG do Golpe. Entre eles, Guaracy Silveira (PP), suplente de Kátia Abreu, além dos deputados federais Marcel Van Hattem e Osmar Terra (MDB/RS).

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

A explicação para os encontros na casa era de que haviam ido ao QG para discutir a auditoria das urnas que o PL havia encomendado a uma empresa particular e às Forças Armadas.

LINKS PATROCINADOS