sete dias sem medo da notícia
Dono da Itaipava admite distribuir propina da Odebrech no Brasil e receber na Suíça
Por : Redação CN7
29/09/17 18:08

O dono da Itaipava, Walter Faria, admitiu, em seu primeiro depoimento à Polícia Federal, ter usado a repatriação, da Receita Federal, para lavar o a fortuna depositada em contas nas Suíças. As contas eram as mesmas usadas para encobrir os pagamentos de propina da Odebrecht no Brasil. O grupo Petrópolis, que controla a Itaipava, distribuía propina no Brasil em nome da construtora e recebia o valor em dólar no exterior.

A declaração foi dada durante um depoimento sigiloso, gravado em 31 de agosto, ao qual a revista Época teve acesso. O ex-governador Cid Gomes (PDT) tem um galpão alugado à Itaipava em Sobral. O empreendimento foi construído a partir de um empréstimo de R$ 1,3 bilhão junto ao BNB. Cid é réu na Justiça Federal devido à transação. Walter Faria também está na mira da Justiça devido a um empréstimo de R$ 830 milhões no BNB.

LINKS PATROCINADOS