sete dias sem medo da notícia
Diretor da JBS aproveita delação para se vingar de jornalista que o denunciou
Lobista Ricardo Saud diretor do grupo JBS - reproducao
Por : Redação CN7
21/05/17 11:09

O diretor da empresa JBS, Ricardo Saud, tentou se vingar do jornalista Cláudio Humberto (Diário do Poder), por ter sido denunciado em novembro de 2014 como “o homem da mala” do grupo. A declaração é do próprio jornalista, que afirma ainda: “o corruptor confesso mente, como forma de se vingar do fato de o jornalista ter lançado luz sobre suas atividades criminosas. Ele próprio diz, no depoimento, que as notícias do colunista criaram ‘muitos problemas’ para ele. Saud também não apresentou provas, tampouco indícios do que alegou. Serão adotadas contra o lobista as medidas judiciais cabíveis”, ressalta.

Ainda segundo Cláudio Humberto, Saud mentiu ao afirmar que não havia contrato de veiculação publicitária, quando na verdade o documento foi assinado em 5 de fevereiro de 2015 pelo prazo de um ano, e cujo objeto é claro, definido na em sua cláusula primeira: “A contratante terá direito à veiculação de banner publicitário, com marca, em espaço disponibilizado pela contratada, no portal ‘Diário do Poder’, cujo local específico será definido em comum acordo entre as partes”.

Leia a reportagem completa.

LINKS PATROCINADOS