Hidrogenio verde e o combustivel do futuro

Diretor do BNB é demitido do cargo em recado a Eduardo Cunha

21/04/2017 9:25

O diretor de Administração do BNB, Henrique Moura Teixeira, foi demitido do cargo, nessa quinta-feira (20), após reunião do Conselho de Administração.

Oficialmente, o motivo do desligamento de Henrique é que seu padrinho político, o deputado federal cearense Genecias Noronha, líder do Solidariedade na Câmara, não votou favorável à urgência na tramitação da Reforma Trabalhista.

Nos bastidores, a conversa é outra. É uma resposta direta a Eduardo Cunha, também padrinho do ex-diretor. O ex-presidente da Câmara não tem mais o prestígio de antigamente. Além disso, Henrique Moura estaria se intrometendo em assuntos do banco que não lhe diziam respeito.

Saiba mais

Henrique Moura, que também é ex-funcionário da Petrobras, foi assunto na mídia nacional quando defendeu a Ditadura Militar. Em 2013, ao compartilhar um vídeo de título Regime Democrático Militar, Moura fez o seguinte comentário: “Melhores tempos, não dá nem para comparar, abs”.

Procurado pela coluna Expresso, da Época, em 2016, Moura estava menos entusiasmado que há quatro anos: “Não sou a favor da ditadura da direita, mas também não sou da de esquerda. Sou da democracia”, disse.

LINKS PATROCINADOS