sete dias sem medo da notícia
Delator de Cid, Wesley Batista fica em silêncio no Congresso para preservar acordo
Por : Redação CN7
08/11/17 11:59

O empresário Wesley Batista, dono da JBS, ficou em silêncio, nesta quarta-feira (8), durante a reunião conjunta da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS e da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES. A decisão, segundo Wesley, foi para preservar seu acordo de delação premiada, fechado com a Procuradoria-Geral da República (PGR).

“Por orientação dos meus advogados, decidi ficar em silêncio para não prejudicar meu acordo de delação com a Justiça”, explicou Wesley. O empresário foi chamado ao Congresso para detalhar o processo de negociação da delação e as irregularidades denunciadas no acordo, entre elas, o pagamento de R$ 24,5 milhões em propina ao ex-governador do Ceará Cid Gomes (PDT).

LINKS PATROCINADOS