sete dias sem medo da notícia
Delações apontam que Aécio Neves recebeu R$ 50 mi da Odebrecht e Andrade Gutierrez
Tudo teria acontecido no segundo mandato de Aécio no Governo de Minas Gerais.
Por : Redação CN7
19/03/17 10:24

Matéria deste domingo (19) na Folha noticia que Odebrecht e Andrade Gutierrez teriam repassado R$ 50 milhões ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) “após vencerem o leilão para a construção da hidrelétrica Santo Antônio, em Rondônia, em dezembro de 2007”. A empresa de Marcelo Odebrecht disponibilizaria R$ 30 milhões, enquanto a Gutierrez os R$ 20 milhões restantes.

Segundo o jornal, “os delatores não esclareceram se os valores alegados foram efetivamente pagos”, e “também não falaram em propina para descrever o acerto com Aécio”. O tucano disse em nota enviada à Folha que “é absolutamente falsa a pretensa acusação” de acerto com as empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez.

Entenda o caso

Quando aconteceu o leilão da  usina Santo Antônio, no rio Madeira, em 2007, Aécio estava no seu segundo mandato como governador de Minas Gerais e tinha sob seu comando uma das empresas que integravam o consórcio que ganhou a disputa, a Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais). A empresa de energia é controlada pelo governo mineiro até hoje.

LINKS PATROCINADOS