Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Decon apura suposta cobrança ilegal na venda virtual de ingressos para show de Caetano e Bethânia

A empresa responsável pela venda dos bilhetes foi notificada

(Foto: reprodução/Decon)

22/04/24 16:17

O Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon), do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), abriu um procedimento administrativo, nesta segunda-feira (22), para apurar uma suposta cobrança irregular na venda virtual de ingressos para o show de Caetano Veloso e Maria Bethânia, em Fortaleza. A empresa TicketMaster Brasil, responsável pela venda dos bilhetes, foi notificada e tem até 20 dias para apresentar defesa junto ao Decon. O show está marcado para ocorrer em 16 de novembro, na Arena Castelão.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

Segundo o Decon, a cobrança da taxa de serviço em vendas virtuais de ingressos para eventos culturais é legal desde que o valor da cobrança seja especificado no início do processo de compra online. Porém, a TicketMaster Brasil não estaria seguindo essa determinação para o evento “Caetano & Bethânia – Fortaleza” e os consumidores estariam sendo surpreendidos com a cobrança da taxa em questão apenas no momento da finalização do pagamento.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Ainda segundo o órgão, a prática estaria ferindo o que determina os artigos 4º (inciso I), 39 (inciso V), e 42, do Código de Defesa do Consumidor (CDC). A legislação ressalta que o fornecedor de produtos ou serviços não pode exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva nem expô-lo ao ridículo. Assim, ao cobrar a taxa de serviço apenas no momento da finalização do pagamento, a TicketMaster Brasil estaria ferindo a Política Nacional das Relações de Consumo, afrontando direitos como a transparência e harmonia das relações de consumo.

LINKS PATROCINADOS