Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Dayany propõe oferta de caneta de adrenalina autoinjetável no SUS e em escolas

Dispositivo é uma espécie de "salva-vidas" para pessoas que sofrem de alergias graves

(Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

16/04/24 14:39

A deputada federal Dayany Bittencourt (União Brasil) apresentou o Projeto de Lei 884/24, que vai incluir a caneta de adrenalina autoinjetável na lista de medicamentos fornecidos, de forma gratuita, pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

O dispositivo é uma espécie de “salva-vidas” para pessoas que sofrem de alergias graves. “Existem crises alérgicas que podem levar uma pessoa à morte. Os medicamentos ofertados pelo SUS para salvar estas vidas acaba levando um tempo maior para fazer efeito; a caneta de adrenalina age como um tratamento heróico que, em um curto espaço de tempo, salva uma vida”, explica a deputada cearense.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

O projeto prevê ainda que escolas também possam disponibilizar o dispositivo, para que, professores devidamente treinados, possam usar a caneta em crianças alérgicas. Os custos da proposta serão cobertos com recursos do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) e do Fundo Nacional de Saúde (FNS).

LINKS PATROCINADOS