sete dias sem medo da notícia
Danilo Forte comunica ao ministro da Justiça uso de milícias e facções no Ceará
Cresce o número de municípios com presença de faccionados nas eleições
Danilo Forte
Por : Redação CN7
24/10/20 12:18

O ministro da Justiça, André Mendonça, foi informado hoje em uma ligação telefônica da gravidade da situação eleitoral no Ceará. O autor da denúncia foi o deputado federal Danilo Forte. Hoje, já são cinco municípios: Catarina, Aquiraz, Jaguaruana, Iguatu e São Gonçalo do Amarante onde o terror domina o Município com a presença de milicianos PMs e também de membros de facções andando armados e intimidando os eleitores.


Em Catarina, o quadro é dos mais graves, denunciou deputado Danilo Forte. O irmão do prefeito Tiago Paes de Andrade, tem andado com 4 capangas – José Roberto, Pelado, Regis Holanda e Rano – ameaçando as pessoas. Obriga os eleitores a gravar vídeos com declaração de apoio a Tiago. Depois, se souber que esse cidadão anda dizendo que não vota no irmão dele, a milícia vai na casa e quebra tudo.

Já há denúncias chegando ao promotor Alexandro Paschoal, onde um cidadão ficou paraplégico. E o ex-prefeito Frutuoso Rodrigues, que foi quem elegeu Jefferson pela primeira vez está correndo risco de vida. Motivo: foi reclamar dele dessa violência, e dizer que o povo de Catarina merece respeito. Jefferson retrucou: se cale. Frutuoso desafiou: venha me calar. Clima é tenso na cidade.

Ciente dessa situação, o ministro da Justiça, André Mendonça, analisa como irá tratar do assunto. A candidatura de Jefferson Paes de Andrade é apoiada pela facção paulista. O próprio chefe do tráfico anda ao lado dele pelas ruas de Catarina intimidando a todo povo. Dizem que controlam tudo. E armados, levam medo e terror ao Município.

O Ministro André Mendonça deve acionar a Polícia Federal para acompanhar a violência de Catarina, mas também de São Gonçalo do Amarante. Lá, o prefeito Cláudio Pinho conta com o respaldo dos irmãos Ferreira Gomes para atropelar todas as leis e eleger seu candidato, do PDT, Helder Gurgel.

Os aliados do candidato de oposição, professor Marcelão, estão recebendo recados claros: tem que retirar adesivos, são proibidos de colocar bótons, e não podem andar de bandeiras. Se desobedecerem podem pagar com a vida. São as regras impostas nas ruas de São Gonçalo, denuncia deputado Danilo Forte.

O terror ainda persiste em mais três municípios: Jaguaruana, Iguatu e Aquiraz. Em Jaguaruana, a violência está fora de controle. Houve um assassinato na madrugada deste sábado. A Polícia Militar a serviço da democracia está receosa, pois a milícia controla a cidade.

E em Aquiraz, a Polícia Civil, intimou o empresário Renato Feitosa, para depor na próxima quinta-feira, , na delegacia do Eusébio. Nesse dia, terá que dar esclarecimentos sobre as ameaças de morte ao deputado estadual Bruno Gonçalves, e sua vinculação com o prefeito Edson Sá e se tem ligações com organizações criminosas que controlam o tráfico, e querem interferir nas eleições municipais. Renato Feitosa, nas redes sociais, já recuou das ameaças contra Bruno Gonçalves. Teme ir depor e ser preso.

LINKS PATROCINADOS