Sete dias por semana sem medo da notícia!
Criminosos da facção GDE são caçados após invadirem escola pública na zona Oeste
O ataque ocorreu na tarde de segunda, com alunos e professores mantidos reféns
A escola, no bairro Jardim Iracema, foi cercada por viaturas da PM e da Guarda

Policiais civis e militares e guardas municipais de Fortaleza estão empenhados numa operação conjunta com o objetivo de capturar uma quadrilha ligada à facção criminosa Guardiões do Estado (GDE) que, na tarde desta segunda-feira (19), atacou uma escola pública na zona Oeste da Capital. Professores, alunos e demais funcionários foram rendidos e tomados como reféns durante um “arrastão” nas salas de aula e no setor administrativo.

O ataque teve como alvo a Escola de Ensino Municipal de Ensino Fundamental Francisco da Silva Cavalcante, localizada na Rua Conselheiro Lafayette, no bairro Jardim Iracema.  Era por volta de 13 horas, início do período da tarde, quando vários bandidos armados com revólveres e pistolas, além de facas, invadiram o local e renderam o segurança.

Em seguida, entraram nas salas de aula e roubaram celulares, carteiras, bolsas e outros objetos de professores e aluno. Depois, partiram para a ala administrativa e também roubaram os pertences dos funcionários. Por fim, exigiram as chaves do carro de um professor e fugiram no automóvel.  

Aluno ferido

Um aluno acabou sendo agredido a socos e chutes pelos criminosos e teve que receber atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Pirambu. Logo depois, foi  liberado pela equipe médica plantonista.

Segundo a Polícia e a Guarda Municipal, no relato dos reféns, os bandidos diziam à todo momento que pertenciam à GDE e que estavam “liberados” pelos chefes da facção para roubar na área.  A segurança na escola foi reforçada.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também