Sete dias por semana sem medo da notícia!
Cotam prende chefes de uma quadrilha que clonava os cartões de clientes de bancos
Criminosos foram presos em suas casas com vasto material para aplicar os golpes
Os dois golpistas foram presos pelo Cotam no bairro Lagoa Redonda
Ouça a matéria

Uma operação conjunta de policiais do Batalhão de Comando Tático Motorizado (Cotam) e de setores de Inteligência da Polícia Militar e da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) resultou, no fim de semana, na prisão de dois golpistas que comandavam uma quadrilha especializada na clonagem de cartões bancários e de crédito. O bando foi o responsável por vários ataques no Ceará. Em um deles, a quadrilha conseguiu arrecadar fraudulentamente cerca de R$ 217,7 mil depois de quebrar a senha de abertura dos caixas eletrônicos de uma agência do Bradesco.

Nesta tarde de domingo (5), as equipes do Cotam receberam da Inteligência o endereço de um dos líderes da quadrilha e o local foi cercado. A casa está localizada na Rua Paulo de Tarso, no bairro Lagoa Redonda, onde os PMs  prenderam em flagrante o chefe do bando, identificado como Júlio César Silva Pereira, 38.  Na residência, foram encontrados materiais e equipamentos usados nas fraudes, entre eles, uma leitora de cartão magnético adulterada para gravação de trilhas magnéticas, conhecida como “chupa cabra”.

Também foram encontrados na casa do chefe da quadrilha, dezenas de cartões de crédito e bancários, chips, documentos e dezenas de cartões em branco (plásticos) que seriam usados para a inclusão das trilhas dos cartões a serem clonados nos próximos dias, além notebooks e celulares.

Comparsa preso

Após ser preso, o chefe do bando delatou um dos comparsas, identificado como José Adriano Pereira, residente na Rua A, no mesmo bairro, onde os policiais do Cotam encontraram mais um vasto material de clonagem de cartões bancários e o veículo modelo Ônix, cor preta, de placas QLX-7714 (CE). Este carro foi filmado durante a fuga dos criminosos por ocasião do ataque à agência do Bradesco onde a quadrilha esvaziou os caixas eletrônicos.

Os dois homens e todo o material apreendido foram encaminhados à Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), onde os suspeitos foram autuados em flagrante pelo delegado Márcio Chalita, que os indiciou o deleito de associação criminosa.

Vasto material para a clonagem de cartões bancários foi apreendido pela Polícia

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também