sete dias sem medo da notícia
Donizete Arruda
  • MP Federal está de olho no dinheiro do covid
    15/06/21 9:50

    Os prefeitos que se reelegeram devem ficar atentos às investigações que o Ministério Público Federal (MPF) e a própria Polícia Federal abriram contra municípios do Cariri, mas também cidades de todo o Ceará. São dezenas de denúncias de corrupção com os recursos federais liberados para o combate à covid, que se perderam no meio do caminho.

    As irregularidades se repetem da mesma maneira por todo o Brasil: superfaturamento, produtos fantasmas, e outras fraudes já identificadas. Não será surpresa se, em breve, começarem as operações contra esses gestores que se mantêm nos cargos e são suspeitos de malversarem as verbas do combate ao covid. Quem não escapará também são os ex-prefeitos. Esses também serão alvos de apuração.

    Os atuais prefeitos estão sendo intimados a prestarem informações sobre os gastos da administração passada. Ou colabora, ou se enrola. No Cariri, as revelações vão chocar pela irresponsabilidade no trato com os recursos do covid.

  • Filho de Normando detona sem pena Idab
    15/06/21 9:49

    O diretor da Unidade Covid de Juazeiro do Norte, Daniel Lima, filho do radialista Normando Sóracles, desabafou em um grupo de rede social (WhatsApp) de médicos e profissionais da saúde contra a qualidade dos serviços do Idab.

    Daniel qualificou a empresa Idab de “vagabunda” e seus representantes de “canalhas”. Bem no estilo do pai, Daniel desafiou os representantes da Idab a lhe confrontarem, sob a ameaça de mostrar tudo que tem sob seu poder e contar tudo que sabe. E disparou, falando de uma festa que na verdade era a festa da orgia.

    Resta, agora, ao Ministério Público de Juazeiro e o prefeito Glêdson Bezerra ouvirem o que Dr. Daniel tem a falar e comprovar de fraudes. A permanência do Idab em Juazeiro é insustentável. Rompimento do contrato do Idab não pode durar mais essa semana.

  • Ministério Público inocenta Darlan Lobo
    15/06/21 9:47

    O presidente da Câmara de Juazeiro do Norte, Darlan Lobo, conseguiu se livrar de uma denúncia que poderia manchar seus mandatos à frente do Poder Legislativo. Acusado de nomear 50 assessores próximo a eleição de 2020, como pagamento a “supostos cabos eleitorais”, o alívio veio com a decisão do promotor Francisco das Chagas Silva.

    O promotor disse não ter constatado a irregularidade de que tratava a denúncia. Entre os anos de 2017 e 2020, Darlan nomeou apenas 14 assessores, nada anormal levando em conta que outros vereadores mantinham entre 9 e 10 assessores. Entre eles, Adauto Araújo, Marcio Joias e até o prefeito Glêdson Bezerra, na época vereador.

    Sobre o caso, Darlan criticou quem ocupa o Ministério Público com mentiras, desinformação e informações falsas, ressaltando quem o exerce com dignidade e respeito à população.

  • Fernando Santana é opção do Cariri na Assembleia
    15/06/21 9:46

    A mudança de domicílio eleitoral do deputado Fernando Santana para Juazeiro do Norte causou muito frisson à toa. Em Barbalha, a oposição não perdeu tempo e criticou a atitude como sendo uma traição. Já em Juazeiro, apesar do apoio da cúpula petista local, Fernando Santana virou alvo de apoiadores do prefeito Glêdson Bezerra.

    A troca foi vista como uma investida para uma possível queda de Glêdson e a realização de nova eleição. Fernando Santana contestou essa possibilidade. Defendeu ao Jornal do Cariri a absolvição do prefeito Glêdson e ressaltou que é inelegível. Para ser candidato, é preciso domicílio eleitoral de um ano.

    A disposição de fazer política em Juazeiro do Norte por Fernando Santana é fortalecer o PT no Cariri. Não há hipótese, disse Fernando Santana, deixar de lado Barbalha. Continuará fazendo política no Município. Seu projeto é concorrer à reeleição a Assembleia no ano que vem, e se credenciar para disputar a presidência do Poder Legislativo, na vaga hoje ocupada por Evandro Leitão.

  • Camilo Santana insiste em unir quem não quer conversar
    15/06/21 9:44

    A sucessão do governador Camilo Santana passa necessariamente pelo Cariri. O governador Camilo Santana, hoje, está decidido a deixar o cargo em março e buscar o mandato de senador. Como candidato do PT, partido que não pretende se desfiliar, Camilo terá de fazer uma aliança informal com os Ferreira Gomes. Afinal, o PT terá candidato ao Governo do Ceará. Essa uma decisão do presidenciável Lula. Camilo não desistiu de unir Lula e Ciro, mas essa união está cada dia mais impossível.

    Na semana que passou, em visita ao Rio de Janeiro, Lula fez duras críticas ao comportamento ˜errático” de Ciro. Por sua vez, Ciro elogiou no final de semana os eleitores do presidente Bolsonaro, defendendo-os de ataques de petistas que os chamam de “fascistas” e “gado”.

    Nesse ambiente, Camilo está ciente que seu futuro político é num palanque diferente dos FGs, se continuar determinado a ficar no PT. E no PT, Camilo não deverá apoiar o nome do partido ao Governo, pois é defensor da candidatura de Cid Gomes.

  • Capitão Wagner quer Cariri ao seu lado
    15/06/21 9:43

    Candidato ao Governo do Ceará, deputado federal Capitão Wagner se prepara para assumir, em agosto, a presidência regional do PSL no Estado. Antes mesmo de se filiar a nova legenda, está visitando municípios do interior cearense para formar uma base de oposição ao Abolição e aos irmãos Ciro e Cid Gomes. Uma das prioridades de Wagner é o Cariri. Busca construir uma candidatura tendo como seu vice um nome da região.

    O prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, coordenador da campanha, defende o empresário Gilmar Bender como companheiro de chapa do Capitão Wagner. Roberto Pessoa garante que essa aliança surpreenderá e dará ao Ceará o futuro que sua gente espera, derrotando a oligarquia dos FGs.

    As conversas entre Capitão Wagner, Gilmar Bender e Roberto Pessoa estão em fase de namoro. A intenção de Bender é ser candidato a deputado federal. Está recebendo um convite para a chapa majoritária. Terá de refletir.

  • Oposição do Crato quer CPI da covid
    08/06/21 12:59

    O candidato a prefeito derrotado do Crato, Aluísio Brasil, disse nas redes sociais que vai protocolar um pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra o prefeito Zé Ailton Brasil. A comissão seria para investigar os recursos destinados à covid.

    O pedido tem sido avaliado pela base do prefeito Zé Ailton, como uma represália ao pedido de cassação do vereador Gabriel Figueiredo, aliado de Aloísio, que teria advogado contra o Município, o que é vedado por lei. Com apenas um vereador sendo ameaçado de cassação, Aluísio investe mesmo é na repercussão nas redes sociais e com isso se promover, já que se declarou pré-candidato a deputado estadual.

    Aluísio quer aparecer, mas não terá sucesso na CPI por duas razões. A primeira, só tem o apoio de um único vereador, o próprio Gabriel Figueiredo. Segunda questão: os recursos da covid são federais e a Câmara Municipal não está habilitada a investigar.

  • PT nacional acompanha Ceará com pesquisas
    08/06/21 12:56

    A direção nacional do PT está monitorando os principais colégios eleitorais do Brasil. No Ceará, o levantamento é feito a cada 30 dias e coloca em confronto nomes da oposição e da base de apoio dos FGs. A última pesquisa, que serve apenas como análise interna, confirma uma disputa acirrada entre nomes do grupo Ferreira Gomes e a indicação do ex-presidente Lula.

    Esse favoritismo do PT não bate com as pesquisas do Planalto, onde a liderança da disputa pelo Abolição é do deputado federal Capitão Wagner. O único nome capaz de mudar esse quadro favorável a Wagner é o senador Cid Gomes. Quando a enquete coloca Cid versus Capitão Wagner, o candidato dos FGs assume o comando por uma pequena margem, numa disputa acirrada.

    Entretanto, é bom que fique claro que, hoje, os cenários das pesquisas ainda estão muito distantes das definições. É apenas um retrato do momento. Servem como base para escolha de quem seguirá na luta eleitoral. Se as eleições fossem hoje, Cid não seria o candidato dos FGs ao Governo do Ceará.

  • Camilo Santana amplia contatos com prefeitos
    08/06/21 12:55

    Camilo Santana tem se reunido com prefeitos de todo o Ceará. Inicialmente, priorizou os administradores do Cariri. Em seguida, continuou suas conversas políticas, tête-àtête, com pauta única por todas as regiões: comunicar que é candidato ao Senado em 2022, e que se desincompatibiliza em abril do ano que vem.

    Nas reuniões, tem recebido apoio unânime para disputar a vaga hoje pertencente ao senador Tasso. Camilo tem atendido na hora as solicitações dos municípios. Nada de promessas a serem cumpridas mais adiante. Nada disso. Os recursos são liberados com o prefeito dentro do gabinete do Governador.

    Camilo sabe que o tempo trabalha contra ele, e quer fechar um amplo arco de apoios a sua candidatura, evitando correr qualquer risco em sua eleição. Contudo, essa solução sobre ser ou não candidato, depende das articulações dele com Cid Gomes.

  • Indefinição sobre candidatura ao Senado
    08/06/21 12:54

    Camilo está em plena campanha para ser senador do Ceará. Quer ocupar a vaga de Tasso Jereissati. Só que não construiu, ainda, a equação política que favoreça a sua eleição. Caso saia do governo e se lance candidato ao Senado, terá como companheiro de chapa um nome do próprio PT ou Eunício Oliveira, do MDB. Não é essa vontade de Camilo. Seu desejo é uma dobradinha mesmo que informal com Cid Gomes, candidato do PDT ao Abolição.

    Essa união esbarra nos empecilhos políticos da briga de Lula com Ciro. Desse modo, Camilo pretende ter um diálogo franco com o senador Cid Gomes. Dirá que é candidato ao Senado, porém, se Cid quiser que ele conclua seu mandato, muda seus planos. Camilo fará o que Cid achar que for melhor para sua candidatura ao Governo do Ceará. Agora, o Governador somente atende ao pedido de Cid. Se o PDT lançar outro candidato, Camilo estará livre.

  • Governador Camilo Santana decide permanecer no PT
    08/06/21 12:53

    Após a longa reunião com Lula, Camilo retornou ao Ceará e convocou aliados mais próximos para um comunicado. Afirmou que, após 22 anos filiado ao PT, não há a menor possibilidade de deixar o partido para se filiar a qualquer outra legenda. Pôs água nas pretensões do vice-prefeito de Fortaleza, Elcio Batista, que sonhava em filiar Camilo ao PSB. Essa filiação está descartada.

    Outra decisão do Governador com reflexo nas suas relações com os irmãos Ciro e Cid Gomes: irá apoiar a candidatura de Lula ao Planalto em 2022. Não votará em Ciro. Trabalhará intensamente a favor de Lula, mantendo a sua liderança no Ceará. Essa resolução irá desagradar a Ciro, que hoje aparece em terceiro lugar nas pesquisas, lá atrás de Lula e Bolsonaro.

  • Lula e Camilo Santana têm conversa definitiva
    08/06/21 12:52

    Uma reunião do ex-presidente Lula e do governador Camilo Santana selou o destino do PT no Ceará. A informação foi publicada na revista Veja, e as consequências desse encontro afetam diretamente o futuro político das eleições no Estado. Lula foi categórico com Camilo. Declarou que não há possibilidade de um palanque duplo numa aliança entre PDT e PT no Ceará, e que não aceita mais receber Ciro Gomes para nenhuma reunião.

    Lula não escondeu ter profundas mágoas de Ciro. Daí, querer distância dele. “Que Ciro siga o caminho dele”. E completou: “sobre Ciro, eu não falo mais. Nem adianta insistir.” Camilo compreendeu que as portas estão fechadas para um acordo entre Lula e Ciro, devido as agressões ciristas ao petista. Camilo entendeu que está sem jeito o confronto.

  • Capitão Wagner se lança ao Abolição
    01/06/21 9:36

    A disputa pelo Governo do Ceará começou bem mais cedo do que em eleições passadas. A oposição centro-direita dos Ferreira Gomes resolveu lançar a pré-candidatura do deputado federal Capitão Wagner, no último sábado (29), durante solenidade de entrega do título de cidadania na Câmara Municipal de Acopiara.

    Lá, Capitão Wagner admitiu que não foi ao Cariri fazer o lançamento de sua candidatura na região, também neste último final de semana, devido “ as circunstâncias do covid”. E ressaltou: “ meu nome está à disposição, sendo lançado com a nossa pré-candidatura (ao Abolição). Estou com muita alegria, um sentimento de leveza muito grande, para construir no nosso estado do Ceará, um projeto capaz, que seja capaz de libertar nosso estado das facções, que tenha saúde pública de qualidade, educação e emprego, que é o que importa”.

    Além de Wagner, os FGs ainda terão seu candidato ao Governo, como também a aliança PT-MDB. A sucessão do governador Camilo deve pegar fogo em 2022.

  • Prévias do PSDB ajudam Tasso candidato
    01/06/21 9:35

    O PSDB divulgou hoje as regras das prévias do partido que escolherá em outubro o candidato a presidente da República. O grande vitorioso dos critérios da escolha do futuro presidenciável tucano foi o senador Tasso Jereissati. E o governador João Doria foi o grande derrotado. Essa informação é um golpe nas pretensões de Ciro Gomes chegar ao Planalto.

    Não há como dois candidatos do Ceará continuarem na corrida à sucessão do presidente Bolsonaro. Na última pesquisa divulgada pela revista Exame, Lula lidera no Ceará. Bolsonaro é o segundo, com pequena diferença para Ciro. Quando é colocado o nome de Tasso, Ciro despenca do 3° e fica empatado com Tasso em 4°. Quem tira votos de Ciro é Tasso.

    A comissão que coordenará as prévias definiu que os votos dos filiados sem mandato valerão apenas 25% do total. Os outros 75% serão dados por três grupos diferentes. O 1° é composto por prefeitos e vice-prefeitos filiados ao PSDB. O 2° inclui vereadores, deputados estaduais e distritais. O 3° terá deputados federais, senadores, governadores e os ex-presidentes da legenda.

  • Giovanni Sampaio resolve agora ser deputado
    01/06/21 9:34

    O vice-prefeito de Juazeiro do Norte, Giovanni Sampaio, anunciou sua pré-candidatura a deputado federal. Avisou a pretensão ao governador Camilo Santana e ao prefeito Glêdson Bezerra, de quem, já disse aos quatro ventos, espera contar com o apoio. Impossível, pois ao ser indicado vice-prefeito de Glêdson, deu a palavra que não seria candidato nem a deputado estadual nem a federal. Essa falta de palavra de Giovanni irritou tanto ao Governador, quanto ao prefeito de Juazeiro.

    Camilo deve se dedicar a eleição de Fernando Santana à Câmara Federal e Glêdson tem falado em apoiar a candidatura do presidente do Podemos, Fernandão. Ciente que não tem espaços políticos e que está rompendo compromissos, Giovanni tenta convencer o governador Camilo a dividir os colégios de Fernando Santana. Essa possibilidade é nula. Mesma chance do prefeito Glêdson apoiá-lo, pois na campanha o candidato a federal era Normando Sóracles.

    Com a partida de Normando, Glêdson se articula para fortalecer sua administração. Quanto a Giovanni, sua missão é concluir o mandato de vice-prefeito. Foi eleito para exercê-lo e assim precisa exercê-lo, ajudando a honrar os compromissos assumidos em praça pública por Glêdson e ele com o povo juazeirense. Sair na metade do mandato pode parecer traição.

  • Idab deve ter contrato rompido e é logo
    01/06/21 9:32

    O rastro identificado pela própria auditoria da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Juazeiro do Norte deve antecipar o destino da Idab no Município: seu contrato tende a ser rompido. As fraudes apontadas nos documentos da Saúde são irrefutáveis.

    O prefeito Glêdson Bezerra diz não compactuar com nenhuma ilegalidade, muito menos denúncias de superfaturamento no pagamento de serviços e contratos, além da falta inexplicável de medicamentos e insumos na UPA Limoeiro e no Hospital São Lucas. Numa prova de transparência da administração, o controlador Wilson Melo esteve na Câmara dos Vereadores e anunciou que as denúncias contra a Idab serão encaminhadas para o Ministério Público de Juazeiro do Norte.

    A situação da Idab é insustentável no Município. Essa organização social não tem mais condições de permanecer prestando qualquer serviço, principalmente agora, que o Jornal do Cariri está disponibilizando todo o teor da auditoria em seu site, para que a sociedade tenha conhecimento das fraudes que a Idab é acusada de cometer com o dinheiro da saúde de Juazeiro do Norte.

  • Idab está toda podre, aponta auditoria
    01/06/21 9:17

    Documentos obtidos com exclusividade pelo Jornal do Cariri mostram um mar de irregularidades na prestação de serviços da Idab na UPA Limoeiro e no Hospital São Lucas, em Juazeiro do Norte. A comprovação das fraudes foi possível por intermédio de uma auditoria executada pela própria prefeitura de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Saúde.

    Ciente que precisa oferecer um serviço de qualidade à população, a Prefeitura acionou a Secretaria de Saúde, que identificou ilegalidades e fez um parecer com 12 recomendações e advertências sobre as falhas ocorridas nos comprovantes dos repasses da prefeitura com a existência de despesas insuficientes. A auditoria cobra, no item 3, a apresentação de todos os comprovantes de pagamentos de salários e tributos incidentes sobre a folha de pagamento mensalmente na prestação de contas.

    O maior problema apontado no documento da Saúde: “a prestação de contas apresentada pela Idab para comprovar a quitação de suas obrigações decorrentes do custeio do mês de março de 2021, da UPA Limoeiro, não se presta ao fim para o qual foi determinada a sua obrigatoriedade. Isso porque não apresenta praticamente nenhuma comprovação de despesa, visto que não recebemos notas fiscais em relação a custos, boletos e, principalmente, comprovantes de pagamento, mesmo tendo sido apresentada aos 19 de abril de 2021, exatamente 10 dias após o pagamento do recurso do mês de março de 2021”.

  • Embate entre Wilson Melo e Capitão Vieira
    25/05/21 9:41

    Se colocando sempre à frente do enfrentamento entre a Prefeitura e a Câmara nas redes sociais, o ouvidor Wilson Melo acabou convocado pelo vereador Capitão Vieira Neto para prestar esclarecimentos sobre alguns pronunciamentos.

    Melo tem questionado, sem citar nomes, a legitimidade moral da Câmara para fazer tantas acusações à administração Glêdson Bezerra. Capitão Vieira tem citado o secretário como responsável por acusações levianas contra a Câmara e o embate tem ganhado grande repercussão. Melo já disse que vai à Câmara e espera ser recebido com respeito e educação.

  • Cariri não segue orientações de Camilo Santana
    25/05/21 9:40

    Camilo Santana tem motivos para se preocupar com sua imagem política entre os prefeitos do Cariri. Depois de orientar os administradores da região para tomarem medidas mais restritivas, na sexta (21), o Governador ficou irritado porque não foi obedecido por nenhum prefeito.

    Mesmo os prefeitos da sua base política, que são a maioria, não decretaram nenhuma medida mais dura de isolamento social para seguir as orientações de Camilo Santana. Os cinco municípios que decretaram o lockdown o fizeram antes da orientação de Camilo, feita no sábado (22). Houve casos, como em Mauriti, que foi preciso a interferência do Ministério Público para que fossem adotadas providências para evitar o retorno da covid.

    Os prefeitos dizem que não correrão o risco de serem novamente atropelados pelo Governo do Estado. A boca miúda, dizem: o governador Camilo que tome a decisão. Camilo está ciente do desgaste político. Precisa reverter esse quadro logo, ligando para os prefeitos, visando refazer a boa relação que sempre teve com eles.

  • Eunício lança no Cariri sua candidatura
    25/05/21 9:39

    Após se reunir com Lula, Eunício veio na quinta (20) ao Cariri. Sua intenção foi única: lançar sua candidatura ao Governo do Ceará, numa aliança do MDB com o PT. Eunício quer ser candidato a governador, e formar na chapa com Camilo ao Senado. Esse acordo esbarra nas resistências do Governador em romper com os FGs.

    Eunício confessou que conversou com a família, e está pronto para os novos embates eleitorais que irá encarar. Está confiante, tanto que na sexta (21) recebeu, em seu apartamento em Fortaleza, o deputado federal José Airton Cirilo, do PT. Se Camilo resolver desistir de sua candidatura ao Senado, José Airton quer ser o candidato ao Governo e apoiar Eunício para senador.

    O acordo do MDB com o PT no Ceará tem as bênçãos de Lula. Eunício está disposto. Tanto aceita concorrer ao Governo, como disputar o Senado Federal. Quer derrotar os FGs.

  • PT do Ceará procura oposição aos FGs
    25/05/21 9:36

    O deputado federal José Guimarães é o político petista no Ceará mais próximo a Lula. Na semana que passou, em Brasília, Guimarães procurou a deputados federais da oposição aos irmãos Ciro e Cid Gomes.

    Na conversa, no cafezinho da Câmara dos Deputados, foi uma revelação inesperada. Guimarães anunciou que o PT irá romper com o PDT no Ceará. Essa decisão já foi tomada por Lula, e não há mais retorno.

    O governador Camilo já teria sido informado dessa ruptura, a partir de uma reunião na terça passada (18), em São Paulo, entre Lula e o ex-senador Eunício Oliveira. Na reunião, Lula disse a Eunício que irá trabalhar para derrotar os FGs do governo do Ceará. E não há chance dele aceitar um acordo do PT com o PDT para palanque duplo no Estado. A oposição se assustou com o comunicado de Guimarães, que tem reflexos no destino político de Camilo.

  • Troca de acusações nas redes sociais
    25/05/21 9:35

    Ciro Gomes juntamente com seu marqueteiro, João Santana, fazem uma análise que seu maior adversário na corrida presidencial é Lula. Diante disso, Ciro resolveu bater forte no candidato do PT a presidente. Seus maiores ataques tem sido a Lula, reduzindo as agressões ao presidente Bolsonaro.

    Ciro alega essa postura por crer que Bolsonaro esteja “derretendo” na opinião pública, e sequer seja um dos dois candidatos no segundo turno das eleições ao Planalto. Essa tese colide com a realidade. Na verdade, fica parecendo que Ciro está sabendo que Bolsonaro está no segundo turno, e ele está disputando a outra vaga com Lula, por isso, o arsenal de acusações ao ex-presidente da República.

    Com esse confronto, Lula avisou aos petistas cearenses: não há mais jeito, o rompimento com os Ferreira Gomes é definitivo e não tem volta. Uma notícia desagradável aos ouvidos de Camilo Santana.

  • Camilo Santana decidido a ser candidato
    25/05/21 9:33

    O governador Camilo Santana está resolvido a deixar o cargo em 30 de março de 2022. Irá concorrer ao Senado Federal. Camilo continuará filiado ao PT e buscará a conquista desse mandato com o apoio do presidenciável Lula e da família Ferreira Gomes. Está convencido que unirá Lula e Ciro Gomes em seu palanque, apesar das divergências políticas nacionais, que os separam na corrida ao Planalto.

    Camilo quer manter a aliança do PT com o PDT, garantindo um palanque duplo no Ceará. Hoje, o Governador tem pela frente uma dura missão: convencer Lula e Ciro, pois ambos são contra esse acordo. Estão se atacando e não querem essa junção no Estado.

    Preferem que PDT e PT sigam seus próprios caminhos. Mas, Camilo e o senador Cid Gomes são mais conciliadores, e podem costurar para impedir o rompimento. Não está fácil conseguir essa meta.

  • Darlan Lobo joga a toalha e vai ficar neutro
    18/05/21 13:46

    O presidente da Câmara de Juazeiro, Darlan Lobo, parece cansado dos quatro meses de lutas intensas contra o prefeito Glêdson Bezerra. Ao voltar de Fortaleza, sem um resultado concreto das articulações, resolveu liberar sua base para compor com o prefeito Glêdson.

    Darlan confessou a pessoas próximas que precisa se livrar da pressão exercida pelos colegas e que vai repensar sua atuação daqui para frente. Irá anunciar ser independente e irá trabalhar pelo Juazeiro.

    Não será nem oposição, nem situação. A decisão frustrou parte da oposição, que agora ficará sob o comando definitivo do vereador Capitão Vieira, que garante ter forças para cassar Glêdson.

  • Lama contra Lula desagradou até a Lupi
    18/05/21 13:45

    As declarações de Ciro Gomes ao Valor Econômico enfureceram ao PT, a Lula e também ao presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. Ciro ficou isolado. Lupi disse que “ a etapa agora é salvar o Brasil do Bolsonaro”, numa resposta que Ciro está atuando como linha auxiliar do presidente da República para desmontar a candidatura de Lula.

    Lupi não se conteve e desautorizou a Ciro sobre os ataques a Lula em entrevista ao site O Antagonista: “… Eu, penso que o principal alvo da gente (da pré-campanha presidencial de Ciro, do PDT) precisaria ser o Bolsonaro e o que estou chamando de processo de ignorância, que inclui o presidente e seus seguidores. Mas, o Ciro e outros pensam que, ao mesmo, é importante bater também no Lula, para tentar furar esse bloqueio que fica entre os dois lados. Eu não penso assim.

    A etapa agora é salvar o Brasil. Em uma segunda etapa, a gente faria um enfrentamento com o Lula, no substantivo, apresentando um projeto de Brasil que a gente imagina ser melhor do que foi. Mas cada um tem o direito de pensar diferente. É a cabeça dele (do Ciro). Eu respeito, mas penso diferente”.

PUBLICIDADE