sete dias sem medo da notícia
Donizete Arruda
  • Crise entre secretárias de Barbalha
    04/05/21 10:35

    A secretária de Saúde de Barbalha, Sayonara Moura, parece estar no seu limite administrativo e emocional com a secretária de Administração, Catiane Landim. Sayonara não entende as reduções feitas por Catiane, sem seu aval. Nos últimos dias, foram cortados equipamentos como tendas para Drive Thru da vacina e o lanche para os profissionais.

    Sayonara reclamou ao prefeito Guilherme Saraiva e foi direta: para ficar nessa de “nada pode”. Foi incisiva: desse jeito, prefiro não ficar no cargo. O prefeito tentou acalmar os ânimos de uma crise que está, literalmente, dentro de casa. Catiane é sua mulher e primeira-dama do Município. Age supostamente para reduz ir despesas diante de um quadro financeiro difícil. A secretária Sayonara não aceita esses argumentos. Guilherme precisará de muita habilidade para resolver esse atrito no seu secretariado.

  • MP investiga uso político da Polícia Civil
    04/05/21 10:35

    O Ministério Público do Estado, em Barbalha, abriu procedimento para investigar a operação da Polícia Civil, que cumpriu mandado de busca e apreensão em Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte, no dia 17 de novembro, para apurar fraudes com recursos do covid. Essa operação foi cumprida, dois dias após a realização das eleições municipais. Inicialmente, estava agendada para o dia 10 de novembro, mas acabou sendo adiada.

    A indagação que precisa de respostas: o ex-prefeito Argemiro Sampaio, na época no cargo, denunciou uso político da ação policial. A verba da covid é federal, não sendo da competência da Polícia Civil. Para complicar essa investigação, a operação não tinha a presença do MP.

    Agora, os promotores querem saber quem autorizou e quem fez a denúncia. Para complicar a vida dos policiais que estão sendo alvo do MP: uma das investigadas acusa tortura psicológica para ceder a senha do celular. Esse caso já foi denunciado à Corregedoria da Segurança Pública.

  • Bender assume a briga contra a Câmara
    04/05/21 10:34

    Alvo preferencial das denúncias de direcionamento da licitação do lixo em Juazeiro do Norte, o empresário Gilmar Bender resolveu mostrar, na sua visão, quem são os vereadores que o denuncia sem provas e injustamente. O seu ataque foi além da medida, contudo provou que essa briga está muito longe do fim.

    Bender acusou os vereadores de querer enriquecer ilicitamente. De imediato, o presidente Darlan Lobo respondeu, mas acabou se comprometendo. Em entrevista a uma rádio local, disse que Bender não poderia esquecer que ele (Darlan) foi seu o operador: eu levava o dinheiro dele na campanha de 2016.

    Para se defender, acabou se enrolando. No dia seguinte, o vereador Janu foi à delegacia da Polícia Civil, protocolar um pedido de interpelação contra Bender. Era tudo que Bender queria. Agora, quer deixar claro para a sociedade juazeirense de quem ele estava falando. O confronto Bender versus Janu terá muitos rounds.

  • Vitória de Glêdson Bezerra nunca foi absorvida
    04/05/21 10:33

    Não há como se negar que essa cassação inusitada do prefeito Glêdson Bezerra percorrerá um longo caminho até o julgamento final. Serão no mínimo mais alguns meses de recursos e tramitações na própria Justiça Eleitoral de Juazeiro, depois sobe para o TRE do Ceará, até chegar ao TSE. Esse percurso demorará o prazo que os interessados em cassar e não cassar demonstrarem em agilizar o processo, ou segurar a matéria sobre a apreciação de magistrados. Prefeito Glêdson Bezerra não poderá permanecer encastelado em Juazeiro do Norte. Terá que se articular em Brasília. E conseguir apoios importantes para denunciar estar sendo vítima de um golpe para tomarem a prefeitura dele. Se essa narrativa conseguir convencer, Glêdson salva seu mandato. Caso contrário, Juazeiro terá novas eleições. Toda essa confusão era previsível: os donos do poder no Ceará, nunca aceitaram perder a prefeitura de Juazeiro e mostraram suas garras.

  • Derrubar Gledson é sonho dos FGS
    04/05/21 10:31

    Deputado Junior Mano sabia de véspera da triste sina de Glêdson Bezerra. Agora, a pergunta que movimenta todos os bastidores políticos do Juazeiro: quem são os maiores interessados na cassação do prefeito da maior cidade do Cariri? A resposta óbvia: o senador Cid Gomes que não se conformou com a derrota para a oposição. Outra alternativa seria o candidato derrotado, prefeito Arnon Bezerra. E há as teorias conspiratórias, que ninguém comprova a veracidade delas. A verdade é que o prefeito Glêdson Bezerra foi cassado, e pode perder o mandato porque um helicóptero teria jogado santinhos seus, para fazer campanha, pedindo votos aos eleitores. Não há outra acusação grave. O motivo principal para a perda de mandato de Glêdson é esse. Glêdson faz a sua defesa, usando o parecer do Ministério Público Eleitoral, que contesta a prática de qualquer irregularidade em sua caminhada para chegar ao comando da prefeitura de Juazeiro do Norte.

  • Profeta do futuro de Glêdson Bezerra
    04/05/21 10:30

    Um dia antes do juiz de Juazeiro do Norte, Giacumuzaccara Leite Campos, cassar o prefeito Glêdson Bezerra, o deputado federal Junior Mano anunciou a decisão em Brasília e antecipou a condenação para seus aliados. Apenas solicitou que todos silenciassem e aguardassem a divulgação do julgamento do magistrado. Cassado o prefeito Glêdson Bezerra, o Cariri descobriu que Junior Mano tem pretensões políticas no Município. Tanto isso é verdade, que ele prepara um candidato para concorrer às eleições suplementares que acontecerão uma data ainda indefinida. Tudo depende de posicionamentos do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Ceará e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Tão logo, o TRE cearense e TSE confirmem a cassação, Juazeiro do Norte terá novas eleições.

  • Pedro Lobo atirando para todos os lados
    27/04/21 11:36

    Sem espaços na base do prefeito Zé Ailton Brasil, o vereador Pedro Lobo tentou uma aproximação com o grupo do ex-prefeito Zé Adega. Pedro usou o prestígio de uma irmã para chegar a Zé Adega para pedir o apoio para deputado estadual. No encontro, Zé Adega ouviu, mas acabou dizendo não. Depois, entre amigos, avaliou que o petista demonstra não ter fidelidade ao seu grupo e isso foi decisivo.

    Ao procurar pelo apoio de Zé Adega, liderança da oposição, Pedro Lobo acabou com as possibilidades de ser ungido candidato a deputado estadual na base governista do prefeito Zé Ailton Brasil.

    A atitude foi vista como uma traição. Pedro Lobo colhe um imenso desgaste e o próprio PT deve avaliar até se apoiará sua candidatura a Assembleia do Ceará, pois comprou uma briga na verdade com o governador Camilo.

  • Crato com deputados definidos
    27/04/21 11:34

    Os candidatos a uma cadeira na Assembleia Legislativa que terão apoio das lideranças do Crato estão quase definidos. A dúvida permanece apenas na base do prefeito Zé Ailton Brasil. A saída do deputado Fernando Santana do páreo para disputar uma vaga à Câmara Federal abriu um leque de opções e os conflitos estão acirrados.

    A primeira opção passou a ser por um nome local, mas o petista Pedro Lobo e o promotor aposentado Leitão Moura, estariam descartados. Na base de oposição, o nome apoiado pelo grupo do ex-prefeito Zé Adega será David de Raimundão.

    A decisão foi tomada após reunião na última semana. Já o ex-candidato a prefeito Aloísio Brasil deve apostar em Argemiro Sampaio, ex-prefeito de Barbalha.

  • Senado vira campo aberto para Camilo Santana
    27/04/21 11:33

    O lançamento da candidatura presidencial de Tasso Jereissati favoreceu ao governador Camilo Santana. Os irmãos Ciro e Cid Gomes não têm mais argumentos para barrar o nome de Camilo como senador no ano que vem.

    Camilo está sem adversários. Já era favorito mesmo num confronto contra Tasso Jereissati. Agora, que Tasso está fora da briga por querer o Planalto, não há adversários para contrapor a Camilo.

    Só que os FGs estão calados. Esperam os movimentos de Camilo sobre quem irá apoiar nas eleições de 2022. Se Camilo permanecer no PT, estará sinalizando aos FGs, que não deixará de pedir votos para Lula. Mesmo também elogiando o nome de Ciro Gomes. No entanto, Lula terá um palanque no Ceará, dado por Camilo.

    Os FGs vetam essa possibilidade, porque na cabeça deles – ninguém enxerga isso – Ciro irá travar um duelo com Lula por uma das duas vagas no segundo turno contra o presidente Bolsonaro.

  • Ciro Gomes pressionado a aderir a Tasso Jereissati
    27/04/21 11:32

    A revista Veja que está nas bancas traça um retrato do abandono da candidatura de Ciro Gomes: Uma difícil encruzilhada. Na matéria, se descobre que nenhum partido político no Brasil quer se aliar ao PDT para apoiar a candidatura de Ciro. Ciente de suas dificuldades, Ciro mudou o discurso. Largou a esquerda, e passou a defender bandeiras mais à direita.

    Não adiantou. Nenhuma legenda do Centrão quer conversar com Ciro. Está sozinho e sem perspectivas de crescer na briga pelo Planalto. A única solução que se apresenta é renunciar ao seu projeto de tentar pela quarta vez uma eleição para presidente da República, e aderir à candidatura de Tasso Jereissati.

    Ciro vem sendo cobrado a fazer esse gesto. E lembrado que em 2002, Tasso não apoiou o candidato do PSDB, José Serra, para estar ao seu lado. Por enquanto, Ciro e seu irmão, Cid Gomes resistem a embarcar no projeto Tasso 2022.

  • Tasso Jereissati aceita entrar na corrida presidencial
    27/04/21 11:31

    Ciro Gomes está enfurecido com seu amigo, o senador Tasso Jereissati. Na edição de domingo (25), o jornal O Estado de São Paulo trouxe uma ampla reportagem onde Tasso admite concorrer à sucessão do presidente Bolsonaro, como vai além e fala que participará das prévias do PSDB, que serão realizadas em outubro.

    Além de Tasso, irá disputar a candidatura tucana o governador paulista, João Doria, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.

    Tasso hoje é o favorito, pois Eduardo Leite já fala em desistir para apoiar a candidatura do senador cearense, e outros caciques do PSDB como o senador José Serra, o ex-governador Geraldo Alckmin e a maioria da bancada federal está fechando com a alternativa Tasso, que já ganhou até um apelido: o Biden Brasileiro, numa referência ao presidente dos Estados Unidos, que tem 78 anos e foi eleito para unir o País. Tasso é mais novo, tem apenas 72 anos.

  • Com dois candidatos a presidente da República
    27/04/21 11:29

    Ciro Gomes e Tasso Jereissati – o Ceará ganha a atenção do presidente Jair Bolsonaro. Com a viagem a Maracanaú para esta quinta-feira (29) desmarcada, onde o presidente visitaria as obras do Anel Viário e participaria de reunião com o prefeito Roberto Pessoa, Bolsonaro programa outras visitas ao estado, para cumprir agenda no Cariri, ainda nesse primeiro semestre.

    Sua atenção agora é redobrada, com seus dois adversários. Ciro é visto como um candidato de esquerda e Tasso como um nome a ser lançado pelo centro. E o presidente da República ainda necessita se preocupar com a candidatura de Lula, que deve ser apoiada pelo governador Camilo Santana. O cenário eleitoral no Ceará promete ser bem agitado em 2022.

  • João Paulo declara guerra a Márcio Jóias
    20/04/21 6:45

    O youtuber e ex-policial João Paulo Ramos resolveu atacar o vereador Marcio Joias, na tentativa de provar sua inocência na Justiça. Marcio acusou e alega ter provado, com áudios do próprio João Paulo, que estava sendo pressionado para dar dinheiro a fim de sair da pauta do canal criado pelo youtuber, visando desqualificar políticos no Cariri.

    Desde que saiu da prisão, João Paulo tem usado a mulher em entrevistas a rádios locais, num esforço de mostrar que tudo não passou de uma armação. Marcio está calado publicamente, mas a pessoas próximas repete a mesma coisa: ele (João Paulo) foi preso em flagrante com o dinheiro da extorsão no bolso. Coincidentemente, na última semana, vídeos fake contra Márcio Jóias foram espalhados nas redes sociais

  • Camilo Santana sofre desgaste por decisão
    20/04/21 6:45

    A medida do governador Camilo de adotar o lockdown em todo o Ceará, no dia 10 de março, acabou implodindo o comitê de enfrentamento à covid no Cariri. Desde que a decisão dos prefeitos, de não fazer lockdown, foi tornada sem efeitos por Camilo, o grupo não voltou a se reunir. Até mesmo a base política de Camilo, que votou a favor do lockdown, admite nos bastidores que a decisão foi mais política que técnica.

    Houve o temor de que novas lideranças, sem ligação com Camilo, ganhassem força na região. No Abolição e em Fortaleza, a avaliação era que Camilo tinha sido derrotado no Cariri. Camilo fechou e não resolveu. Agora, tem enfrentado desgastes. Para complicar, há aglomerações em locais que são de conhecimento público.

    Açude Umari, em Crato, Lagoa Seca, em Juazeiro, e Caldas, em Barbalha. Os prefeitos que não queriam se desgastar com fiscalizações estão sendo forçados a acabar com festas para evitar que a pandemia fique ainda fora de controle.

  • Mais leitos serão abertos em Juazeiro
    20/04/21 6:44

    Governador Camilo Santana entregou, neste domingo (18), 60 novos leitos no Hospital Regional Norte, ao lado do prefeito Ivo Gomes, uma das opções do PDT para ocupar o Abolição em 2023. Camilo fez um balanço sobre os investimentos que o Estado já fez no combate à covid. Foram criados 5.041 mil leitos extras no Ceará nesses meses de luta contra o coronavírus.

    São 1.295 UTIs e 3.746 enfermarias em todas as regiões do Estado. Esses dados sobre novos leitos não são suficientes para atender a todos que precisam de uma vaga. Diante disso, Camilo anunciou que irá ampliar novamente a rede hospitalar pública.

    Abrirá hospitais de campanha no Hospital Geral de Fortaleza (HGF), no Hospital Regional do Cariri e no Regional de Quixeramobim. Diante do difícil cenário da covid, Camilo publicou a seguinte mensagem de esperança no seu twitter: “ Vamos superar. Vamos vencer. Juntos, meus irmãos e minhas cearenses. Com força, coragem e fé”. O Ceará está unido nessa corrente para derrotar a covid.

  • Lockdown não surtiu efeito no Cariri
    20/04/21 6:43

    Os 30 dias de lockdown no Cariri não derrubaram os casos de covid-19. Esse problema também é identificado no Estado. Dados do IntegraSus continuam registrando crescimento de infecções por coronavírus, apesar da expectativa do Governo do Estado que a estabilidade verificada nos últimos quatro dias represente um platô. Porém, não há como afirmar categoricamente que a pior fase da segunda onda acabou.

    Os contaminados com a pandemia se tornaram uma dor de cabeça para o Governo. Camilo apostava na diminuição dos casos para não ter que ampliar os leitos de UTI do Hospital Regional do Cariri, que na primeira onda chegaram a 100 e hoje não passam de 60.

    A avaliação é que o isolamento social rígido não foi obedecido em sua intensidade necessária, daí os números de infectados não recuaram. Não houve cumprimento das medidas de lockdown total por parte do comércio, indústria e as festas clandestinas se repetiram

  • Ciro Gomes avisa ser inimigo de Lula
    20/04/21 6:42

    No domingo (18), Ciro Gomes concedeu longa entrevista ao jornal carioca O Globo. Com o título “Eu viajaria a Paris no 2° turno com mais convicção. PT nunca mais”, Ciro rompeu todas as pontes com o PT e Lula sobre as eleições do ano que vem. Demonstrou não ter nenhum arrependimento de não pedido votos para a candidatura de Fernando Haddad contra Jair Bolsonaro.

    Antecipou, ainda, que se em 2022 o confronto se repetir com Bolsonaro, e dessa vez enfrentando Lula, Ciro compra uma passagem e viaja novamente para Paris. Essas declarações provocaram ira em Lula e no PT. Contudo, Lula não aceitará as provocações de Ciro.

    O PT terá candidato ao Governo do Ceará e ao Senado em alianças com partidos nacionais que estarão no projeto Lula 2022. A dúvida: como se comportará Camilo nesse conflito Ciro versus Lula. Tão logo ocorra essa definição, o PT se posiciona.

    Hoje, há um esforço de Lula para Camilo ficar no Governo e apoiá-lo no Ceará, sendo recompensado com um ministério, ou se for candidato ao Senado, garantir palanque para sua candidatura. Aí um impasse: como seria a aliança que lançaria Camilo. Lula quer esperar o que Camilo irá decidir.

  • Ciro Gomes fritado em praça pública
    20/04/21 6:41

    No mesmo dia, segunda (19), o presidenciável Ciro Gomes viveu o seu inferno astral como candidato à sucessão do presidente Bolsonaro. Dois dos mais importantes jornais brasileiros – O Globo e Folha de São Paulo, publicaram reportagens retratando que a candidatura de Ciro virou um Titanic. O PDT quer aderir a Lula. E Ciro recebeu duas propostas. O DEM, através de seu presidente nacional ACM Neto, ofereceu-o a vaga de vice-presidente na chapa do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

    Os tucanos, via presidente nacional deputado Bruno Araújo, lançaram a candidatura do senador Tasso Jereissati e quer que Ciro venha coordená-la. Se eleito, Tasso daria a Ciro um ministério com protagonismo. Estranhamente, Ciro manteve-se calado.

    Não reagiu e nem recusou as duas propostas. Sabe que está entrando água em seu navio. Quem assiste de camarote esse bombardeio ao projeto presidencial de Ciro é o governador Camilo Santana.

  • Secretária de Administração sob críticas
    06/04/21 6:34

    A nova secretária de Administração de Barbalha, Catiane Landim, assumiu a pasta promovendo mudanças que desagradaram aos servidores. Eles acusam Catiane de retirar direitos, como um terço das férias, insalubridade, hora extra e adicional noturno.

    Segundo ofício circular, assinado pelo procurador Ícaro Monteiro, a medida é direcionada aos servidores afastados e sem frequência comprovada. Os servidores temem que essa medida seja extensiva a todos, pois a Secretária quer reduzir custos, não poupando nem quem está na linha de frente do covid.

    O procurador e a secretária Catiane acusam a antiga gestão de deixar rombo nas contas da Prefeitura. O Município está com dificuldades para pagar a folha. Os servidores aguardam os contracheques para avaliar e ameaçam, inclusive, a decretação de uma greve. É o cabo de guerra para mostrar quem tem mais força.

  • Sem clima para palanque duplo
    06/04/21 6:32

    Atualmente, nem Ciro Gomes nem Lula aceitam a formação de uma chapa onde o candidato ao Governo seja Mauro Filho, como quer Ciro, representando o PDT, e ao Senado, Camilo Santana, do PT. Esse palanque trabalharia pelos dois candidatos presidenciais: Ciro e Lula.

    Esse consenso, hoje, não é aceito, pois Ciro quer obter uma votação consagradora no Ceará, habilitando-o a ir ao segundo turno contra Bolsonaro. Seu adversário é Lula. E sem se diferenciar de Lula em sua base eleitoral, essa suposta união causaria constrangimentos nacionais e reflexos eleitorais. Daí, Ciro estar contra esse acordo.

    Lula tem outras razões: está um pote de mágoas de Ciro pelos comentários que o presidenciável vem repetindo sobre sua honestidade e também sobre as maracutais do PT. Cid Gomes e José Guimarães vão ter que conversar muito, se quiserem construir essa união PDT-PT no Ceará. E os entraves devem começar a ser resolvidos rapidamente.

  • Ciro Gomes quer filiar Camilo no PDT
    06/04/21 6:31

    Sabedor da perspicácia política de Lula, a vontade de Ciro Gomes é filiar o governador Camilo ao PDT. Camilo deixaria o PT, para provar a sua lealdade aos FGs. Também é quase que uma imposição de Ciro, que Camilo não saia do cargo em abril do ano que vem. Conclua o mandato até o fim, permitindo que os FGs lancem a chapa Mauro Filho para o Governo e apoiando à reeleição do senador Tasso Jereissati.

    Cid Gomes não se manifestou sobre essas candidaturas, entretanto, não costuma peitar as escolhas do irmão Ciro. Agora, se Camilo ficar no PT, os FGs passam a temer que ele esteja se habilitando para o sonho de ser candidato ao Senado. Ciro não quer. Porém, Cid não vetaria. Como esse cabo de guerra será resolvido. O tempo dirá.

    Os aliados dos FGs dizem que a solução seria lançar Tasso sendo apoiado por Ciro e pelo prefeito Ivo Gomes e Camilo pelo senador Cid Gomes. Mas, não respondem quem a governadora Izolda Cela irá votar com a máquina do Abolição.

  • Lula coloca eleições do Ceará na mesa
    06/04/21 6:30

    Ciente que é mais fácil fechar um acordo com o senador Cid Gomes, Lula se prepara para definir o quadro eleitoral no Ceará. Primeiro, quer uma conversa franca com o governador Camilo Santana. Já pediu ao deputado federal José Guimarães que o prepare para esse encontro. Está esperando a pandemia da covid baixar, e existir ambiente político para uma reunião fora do Estado.

    Lula irá cobrar de Camilo; se o Governador pretende se desincompatibilizar em abril de 2022, para ser candidato ao Senado; se o Governador não deixará o PT; se o Governador vota nele para presidente. Essas respostas ditarão a atitude que Lula tomará na etapa seguinte de seus diálogos com o PT e, provavelmente, com os FGs.

    As decisões de Camilo serão fundamentais para Lula, e o Governador ouvirá que eleito presidente, Camilo será influente se estiver ao lado do PT na disputa pela cadeira do presidente Bolsonaro.

  • PDT recebe acenos do PT nos estados
    06/04/21 6:29

    Mesmo com as promessas de Carlos Lupi de que o PDT manterá a candidatura presidencial de Ciro Gomes, os Ferreira Gomes sabem que o projeto Planalto 2022 não está mais tão sólido. Lula é uma sereia encantadora. E a perspectiva de voltar ao poder e apoiar candidatos pedetistas nos estados, com chances de vitória, é uma ameaça real a Ciro.

    Para complicar, o PSB, que estava disposto a embarcar no navio cirista, já desembarcou. Hoje, a maioria socialista quer votar em Lula, mesmo com a rejeição do prefeito de Recife, João Campos. Basta um bom acordo em Pernambuco e o PSB declara o voto em Lula.

    Não está complicada essa aliança. Ciro sabe que Lula é um exímio negociador. Tenta, assim, se manter perto de Carlos Lupi para não perder o controle do PDT, porém, esse desafio não está nada fácil. Os elementos de uma decisão envolvem muitos fatores, e quem tem voto, no caso Lula, pesa internamente no PDT.

  • Ciro Gomes enfrenta oposição de Lula
    06/04/21 6:28

    Resoluto a concorrer pela quarta vez ao Planalto, Ciro Gomes é um político amargurado. Nunca imaginou que o Supremo Tribunal Federal (STF) fosse inocentar Lula. As evidências dos crimes do petista e suas condenações eram mais do que suficientes para deixá-lo fora da corrida presidencial de 2022.

    Vem o ministro Edson Fachin, anulou as condenações, e a sucessão presidencial mudou. Ciro sabe que mais do que enfrentar à reeleição do presidente Bolsonaro, sente a ameaça de perder o controle do PDT.

    O presidente nacional Carlos Lupi concedeu entrevista ao Valor Econômico, admitindo rifar a candidatura de Ciro. Dois dias depois, voltou atrás e reafirmou que Ciro continua candidato, sem chances do PDT mudar de rumo. Essa insegurança é provocada pelo surgimento de Lula no cenário político, e Ciro sabe disso.

  • Aluísio Brasil se desgasta na oposição
    30/03/21 11:26

    Na tentativa de se manter vivo politicamente, o ex-candidato a prefeito do Crato, Aluísio Brasil, está partindo para a tática do: quanto pior, melhor. Em vídeos divulgados nas redes sociais, Aluízio avalia ações de combate à covid, que mais confundem que orientam.

    Na última semana, criticou a falta de vacinas nos postos de saúde. Só esqueceu de um detalhe: sua própria mãe havia sido vacinada em um posto. Consequência: acabou sendo bombardeado por dezenas de críticas.

    Aluísio tem sido cobrado para se expor menos e articular mais, principalmente junto aos seus aliados, o deputado federal Capitão Wagner e o senador Eduardo Girão, visando conseguir leitos covid para o Crato.

    Para completar, Aluísio tem anunciado que irá virar comunicador de TV. Prepara o lançamento de um programa de TV. Como Faustão se aposenta em dezembro, se mostrar talento, vai querer o lugar dele na Globo.

PUBLICIDADE