sete dias sem medo da notícia
Donizete Arruda
  • Guilherme Saraiva quer a paz no cenário estadual
    05/07/22 9:20

    O prefeito de Barbalha, Guilherme Saraiva, tem se revelado um importante pacificador na disputa estadual entre PT e PDT. Filiado ao PDT e muito próximo ao ex-governador Camilo Santana, o prefeito barbalhense tem conversado corriqueiramente sobre o assunto com Camilo, um dos protagonistas da discussão estadual. Em Barbalha, o clima pacífico entre os partidos é fruto da sua discussão interna sempre a favor da aliança. 

    Guilherme tem defendido com entusiasmo a continuidade do acordo PDT-PT e Camilo estaria ouvindo sempre esses argumentos. No fim de semana, Camilo sentou com Guilherme e os dois discutiram demoradamente sobre o assunto. A ideia de Guilherme é arrefecer a tensão entre PDT-PT e, para isso, tem acompanhado todas as agendas do ex-governador no Cariri, atuando como um bombeiro.

  • Glêdson decidido por Fernando e Giovanni
    05/07/22 9:18

    Depois de avaliar os três pré-candidatos a deputado federal de dentro de casa, o prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra, está decidido a votar no seu vice, Giovanni Sampaio, para Câmara Federal. Estavam na lista outras opções: o ex-chefe de Gabinete, Carlos Macedo, e o médico Daniel, filho de Normando Sóracles. Ajudou na decisão a boa articulação de Giovanni na região, onde ele já fechou apoios com pelo menos sete prefeitos. E Camilo Santana assumiu compromisso de ajudá-lo na conquista de novos votos, embolando a disputa por duas vagas no PSD, partido de Giovanni. Em ascensão com sua pré-campanha, Giovanni tem mostrado viabilidade. 

    Mesmo não havendo ainda o anúncio do apoio do prefeito Glêdson, já circula até foto pelas redes sociais. A outra definição de Glêdson é endossar à reeleição do deputado Fernando Santana, confirmada ao próprio Camilo Santana, que deram-se senador, durante a entrega do Título de Doutor Honoris Causa, na Urca. A chapa de Glêdson é toda governista. Resta uma dúvida: em quem Glêdson vai votar para governador.

  • Oposição aos FG não sabe se marchará unida
    05/07/22 9:16

    O presidente regional do PL, prefeito Acilon Gonçalves, explicou que a posição a ser decidida pelo partido sobre a sucessão no Ceará, depende diretamente da vontade do presidente Bolsonaro. O presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto, disse que “se o Capitão Wagner declarar apoio à candidatura do presidente Bolsonaro, o PL fecha aliança com o União Brasil, e vota em Wagner”. 

    Agora, se esse acordo não vingar, o PL deverá ter candidato próprio ao Abolição. Hoje, o nome escolhido é do ex-deputado federal Raimundo Gomes de Matos. Wagner e Acilon tem conversado quase todos os dias sobre a união das siglas. O que impediu até agora o anúncio do acordo é encontrar uma solução , pois Ciro e Cid Gomes como também os quatro pré-candidatos do PDT vem repetindo, sistematicamente, que Wagner é o candidato de Bolsonaro. Essa ligação umbilical desfavorece à campanha de Wagner, diante do favoritismo de Lula no Ceará. 

    Entretanto, Wagner não descarta fechar com o PL e dividir seu palanque com o candidato ao Planalto, do seu partido, Luciano Bivar e também com presidente Bolsonaro. Essa questão deverá estar resolvida até o final de julho, quando acontecem as convenções do PL e do União Brasil no Ceará.

  • Camilo Santana vira Doutor Honoris Causa da Urca
    05/07/22 9:14

    Emocionado, o ex-governador Camilo Santana recebeu o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Regional do Cariri (Urca), na sexta-feira. Camilo não quis falar sobre aliança e sucessão, pelo menos abertamente. Mas, nos bastidores, Camilo teve espaço para fazer a discussão política com os prefeitos Glêdson Bezerra (Juazeiro), Zé Ailton (Crato), Guilherme Saraiva (Barbalha), Libório Leite (Assaré), Edmilson Leite (Caririaçu) e Aniziário Costa (Jardim). Fortaleceu sua candidatura ao Senado e o nome de Izolda Cela à reeleição. 

    O evento, que atrasou cerca de duas horas, chegou a ser criticado pela pouca presença de público. Na saída do evento, Camilo observou ser a segunda vez que se decepciona com a articulação no Crato. Ele lembrou a inauguração da estrada para o monumento de Nossa Senhora de Fátima, com a presença da governadora Izolda Cela, que não ocorreu do jeito que imaginava.

  • Izolda se irrita com estratégia de pesquisa
    05/07/22 9:11

    Indignada. Foi assim que ficou a governadora Izolda Cela quando se reuniu com Ciro Gomes, ainda no dia 28 de junho, e lá foi informada que o PDT realizaria uma pesquisa do instituto Quaest para definir o candidato do partido ao Abolição. Nesse mesmo dia, Izolda já disse a Ciro que rejeitava esse único critério. Mas não fez nenhum comentário público sobre sua posição contrária. Firme, Izolda repetiu sua repulsa ao modelo de pesquisa para escolher o candidato do PDT durante a reunião com Camilo, Roberto Cláudio, Mauro Filho e Evandro Leitão, no sábado (02).

    Como não houve consenso, e sim um aprofundamento do racha interno, a governadora Izolda Cela disse que ia procurar pessoalmente ao senador Cid Gomes, para ter um téte-a-téte e resolver essa confusão. Até agora, Cid se ausentou da decisão sobre o nome do PDT, entregando essa tarefa a Ciro Gomes. Ciro tirou Camilo da coordenação desse projeto e indicou o presidente regional do partido, deputado André Figueiredo. Está distante uma saída para acabar esse conflito.

  • Camilo Santana não engole manobra de Ciro Gomes
    05/07/22 9:09

    Camilo Santana não esconde mais sua irritação com Ciro Gomes. Também tem reclamado da ausência de Cid Gomes nos debates sobre a escolha do candidato do PDT. No sábado (02), Camilo se reuniu com os quatro pré-candidatos do PDT na Residência Oficial. O encontro foi tenso. E Camilo chegou a bater boca com Roberto Cláudio. 

    A governadora Izolda Cela se meteu e saiu em defesa de Camilo. Roberto Cláudio não recuou um milímetro em suas posições. Camilo se declarou enganado por Ciro, pois antes dele se desincompatibilizar, não foi colocada na mesa da sucessão, a proposta da realização de uma pesquisa para definir o candidato. A pesquisa Quaest foi feita e os resultados favorecem a candidatura de Roberto Cláudio. 

    Camilo disse que essa forma de impor o candidato é inaceitável. Roberto Cláudio rebateu Camilo, argumentando que é um critério que merece ser respeitado: seu melhor desempenho diante da candidatura de Capitão Wagner, oposição.

  • Camilo Santana ou se rende a RC ou terá dificuldades
    28/06/22 9:37

    Ciro Gomes transmitiu um recado em tom de ameaça a Camilo Santana. Avisou-o que se o PT romper a aliança com o PDT por vetar à candidatura de Roberto Cláudio, sua eleição ao Senado ficará bem comprometida. Ciro até lançou a chapa pura que o PDT aprovará na convenção estadual de agosto: Cid Gomes para governador e Roberto Cláudio para senador. 

    Os FG já sabem que o candidato do PT, em caso de rompimento, será o deputado estadual Elmano Freitas. Ciro pensou em fechar um acordo para apoiar à reeleição do senador Tasso Jereissati.  Porém, Tasso está determinado a ser vice na chapa da senadora Simone Tebet, MDB, à presidência da República. 

    Sem a opção de Tasso, Roberto Cláudio concorreria contra Camilo, e a aposta de Ciro é derrotá-lo. Camilo anda chateado com o comportamento agressivo que Ciro tem tido em relação a ele. Avalia ter sido honesto e, antes de se desincompatibilizar, ter discutido francamente sobre a candidatura da governadora Izolda Cela. Não esperava ser traído.

  • Ciro Gomes implacável com candidata de Camilo Santana
    28/06/22 9:29

    Camilo Santana sofre nas mãos dos irmãos Ciro e Cid Gomes. Em dois recentes eventos sociais – casamento do filho Pedro da governadora Izolda Cela e batizado da filha caçula do senador Cid Gomes, ambos ocorridos em Sobral – ficou claro que a palavra final sobre a escolha do candidato do PDT será de Ciro Gomes. 

    Abordado sobre a sucessão estadual, num dessas festas, Cid foi categórico e mostrou bem seu estilo: aqui não é local, nem hora para discutir esse assunto. E fechou a cara. Camilo e Izolda Cela queriam conversar com Cid sobre o compromisso assumido por ele de apoiar à reeleição da governadora Izolda. 

    Essa candidatura está implodindo, pois Ciro tirou a coordenação da escolha das mãos de Camilo e entregou ao deputado André Figueredo. Não satisfeito, fez chegar a Izolda que sua missão é ser governadora interina. E ser candidata à prefeitura de Sobral em 2024. O nome do PDT é Roberto Cláudio. Ciro decidiu. Cid não o contesta.

  • Mauro Filho continua se articulando no Cariri
    28/06/22 9:27

    O deputado federal Mauro Filho, também pré-candidato ao Governo do Estado pelo PDT, esteve novamente no fim de semana em Juazeiro do Norte. Se articulando em duas frentes, Mauro reafirmou o apoio da ex-deputada Ana Paula Cruz e conquistou ainda a adesão da ex-vereadora Rita Monteiro. Outro que entrou na conversa com Mauro Filho foi o vereador Cicinho Cabeleireiro, que no entanto não bateu martelo, mas está bem próximo. 

    Todos os entendimentos são para fortalecimento do nome do parlamentar para concorrer ao Governo do Ceará ou à reeleição de deputado federal. Se assumir a candidatura a federal, Mauro Filho, tem confiança de alargar sua influência por todo o Cariri. Prefeitos de cidades como Altaneira e Farias Brito esperam o anúncio do candidato do PDT que sairá da disputa interna e se Mauro Filho não emplacar, não descartam uma aliança eleitoral em suas cidades.

  • Troca de vereadores na Câmara do Crato
    28/06/22 9:22

    A Câmara do Crato terá mudanças nos próximos dias. O vereador Dárcio Luiz deve assumir uma cadeira na Casa e não é no lugar do colega Gabriel Figueiredo, a quem processa por infidelidade partidária. Dárcio deve assumir a vaga de Nando Bezerra, condenado em ação criminal, em primeira instância, sem recorrer da sentença. Transitado e julgado, o processo motiva a perda do mandato e a Câmara já foi notificada. Entre os vereadores, a dúvida é que rumo Dárcio dará a seu mandato no Legislativo cratense.

PUBLICIDADE