Sete dias por semana sem medo da notícia!
Colisão frontal de caminhão e Hilux deixa 2 mortos e um ferido na BR-222, em Caucaia
As vítimas ficaram presas nas ferragens da caminhonete que procedia de Tianguá
A batida forte da Hilux no caminhão aconteceu por volta de 22 horas de ontem
Ouça a matéria

Duas pessoas morreram em um trágico acidente de trânsito ocorrido na noite desta sexta-feira (24), no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o desastre aconteceu na rodovia BR-222, na altura do  Distrito de Boqueirão. Uma colisão frontal aconteceu ali envolvendo uma caminhonete modelo Hilux e um caminhão no momento em que o primeiro veículo tentou uma ultrapassagem. A batida foi forte e as vítimas ficaram presas nas ferragens.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-CE), do Quartel do Icaraí, e ambulâncias do Samu-Caucaia e Samu-Fortaleza foram mobilizadas para atender à ocorrência e em apoio às equipes da PRF.  De acordo com a Polícia, o motorista e um passageiro da Hilux morreram presos nos destroços da caminhonete, enquanto um terceiro ocupante do mesmo veículo foi resgatado e transferido para Fortaleza, sendo encaminhado ao Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro).

Resgate

Familiares das vítimas informaram que  a Hilux trafegava no sentido Interior-Capital. No veículo estavam o motorista, de 22 anos, dono de uma oficina que faz reparos em máquinas pesadas e dois funcionários. Eles retornavam da cidade de Tianguá (a 314Km de Fortaleza).  O mecânico e um dos seus funcionários morreram na hora. O terceiro ocupante da Hilux ficou preso nas ferragens até que bombeiros do Batalhão de Busca e Salvamento  (BBS), cortassem as serragens com serras elétricas e um desencarcerador hidráulico  e possibilitassem sua retirada.

A PRF informou também que, apesar da batida forte e frontal, o motorista do caminhão não sofreu ferimentos e permaneceu no local do desastre.  Pedaços  e peças da Hilux, assim como óleo, se espalharam pela pista.

Os corpos  das vítima – completamente mutilados – foram recolhidos pela equipe de rabecão da Perícia Forense do Ceará (Pefoce).

A identidade das vítimas não foi revelada pelas autoridades no local do desastre.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também