sete dias sem medo da notícia
Será?
Ciro suspende pré-candidatura ao Planalto e só recua se bancada do PDT for contra PEC dos Precatórios
No Ceará, foram quatro votos do partido a favor da PEC que prejudica professores
Ciro Gomes
Por : Redação CN7
04/11/21 9:22

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) suspendeu pré-candidatura ao Planto nesta quinta-feira (4). Anunciou que só recua se o seu partido rever o apoio à PEC dos Precatórios, que dá calote de R$ 16 bilhões a professores, principalmente do Ceará, Bahia e Pernambuco. A PEC fortalece a reeleição do presidente Jair Bolsonaro.

“Há momentos em que a vida nos traz surpresas fortemente negativas e nos coloca graves desafios. É o que sinto, neste momento, ao deparar-me com a decisão de parte substantiva da bancada do PDT de apoiar a famigerada PEC dos Precatórios. A mim só me resta um caminho: deixar a minha pré-candidatura em suspenso até que a bancada do meu partido reavalie sua posição”, escreveu Ciro no Twitter.

Ciro falou mais: “Temos um instrumento definitivo nas mãos, que é a votação em segundo turno, para reverter a decisão e voltarmos ao rumo certo”.

Em tempo

Apoio do PDT foi decisivo para a PEC ter sido aprovada na Câmara dos Deputados com 312 votos no 1º turno. Era necessário 308 votos. O PDT do Ceará deu 4 votos: Eduardo Bismarck, Robério Monteiro, Leônidas Cristino e André Figueiredo.

Na bancada, foram 12 a favor:

  • Aníbal Gomes (DEM)
  • AJ Albuquerque (PP)
  • Genecias Noronha (SD)
  • André Figueredo (PDT)
  • Roberio Monteiro (PDT)
  • Leônidas Cristino (PDT)
  • Eduardo Bismark (PDT)
  • Capitão Wagner (PROS)
  • Vaidon Oliveira (PROS)
  • Dr. Jaziel (PL)
  • Júnior Mano (PL)
  • Heitor Freire (PSL)

Seis contra:

  • Domingos Neto (PSD)
  • Idilvan Alencar (PDT)
  • Luizianne Lins (PT)
  • Célio Studart (PT)

Quatro ausentes:

  • Danilo Forte (PSDB)
  • Moses Rodrigues (MDB)
  • José Guimarães (PT)
  • José Airton (PT)
LINKS PATROCINADOS