Ciro se esforça para tentar uma reaproximação com Tasso, que não quer papo

Ciro Gomes e Tasso Jereissati

22/08/17 11:25

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) usou a língua, por incrível que pareça, para elogiar uma pessoa. E, por mais incrível que pareça, essa pessoa é Tasso Jereissati. Disse até que seria extraordinário que o tucano cearense fosse candidato à Presidência em 2018.

Em entrevista concedida hoje (22), Ciro afirmou que Tasso está sendo pressionado para deixar a Presidência do partido pelo “lado bandido do PSDB”. Ainda deixou bem claro que o senador tem sido boicotado desde sempre pela legenda.

“O Tasso é um cara paciente, mas tem sido sabotado desde sempre pelo PSDB. Era o candidato natural do PSDB a presidente e o Fernando Henrique deu rasteira nele. Ele que montou a equipe do Real, por exemplo. Na sequência, podia ter sido candidato e o Serra sabotou. Várias vezes podia ser ministro e eles nunca permitiram e aí está o flagrante: a sabotagem e a agressão a ele”, disparou Ciro.

Galeguim no Planalto

Ciro, em clara manobra de reaproximação, chegou a dizer que Tasso Jereissati poderia ser o nome do PSDB para disputar o Planalto. “Seria extraordinário, mas, por ser sério demais, o PSDB jamais o aceitou”.

Usando uma anedota do próprio Ciro, Tasso sabe que tatu não sobe em toco. Jereissati conhece bem o tatu e quem o colocou lá.

LINKS PATROCINADOS