sete dias sem medo da notícia
Investigação
Ciro Gomes é alvo de inquérito da PF após críticas a Bolsonaro
O pedido de abertura da investigação foi assinado pelo próprio Bolsonaro
Ciro Gomes
Por : Redação CN7
19/03/21 21:58

O ex-ministro, Ciro Gomes (PDT), é alvo de um inquérito da Polícia Federal (PF) que investiga um possível crime contra a honra do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). O pedido de abertura da investigação foi assinado pelo próprio chefe do Executivo. As informações são do Estadão de São Paulo.

O inquérito está investigando se ocorreu crime contra honra em uma entrevista concedida por Ciro Gomes, em 2020, para a Rádio Tupinambá, de Sobral. Na oportunidade, o ex-governador falou sobre as eleições municipais e afirmou que o baixo apoio aos candidatos apoiados por Jair Bolsonaro mostravam “repúdio ao bolsonarismo, à sua boçalidade, à sua incapacidade de administrar a economia do País e seu desrespeito à saúde pública”, disse. O ex-parlamentar ainda chamou o presidente da República de “ladrão” e citou o caso das rachadinhas em que o filho do chefe de Estado, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) estava envolvido. As declarações de Ciro foram repercutidas no CN7.

Ciro ainda criticou o então ministro da Justiça, Sergio Moro, questionando qual o seu papel seu papel no combate à corrupção já que, segundo o ex-deputado, “passava pano e acobertava a ladroeira do Bolsonaro” em referência as investigações na Coaf contra os filhos e a esposa do presidente, além do ex-assessor de Flávio, Fabrício Queiroz.

A investigação da Polícia Federal tem como base o artigo 145 do Código Penal, que fala de crime contra a honra de funcionário público, no exercício de suas funções.

LINKS PATROCINADOS