Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Ciro diz ter sido abandonado por Cid nas eleições presidenciais de 2022

O ex-ministro revelou a recusa do senador em coordenar sua campanha para presidente

Cid e Ciro Gomes

26/05/24 11:24

Em entrevista ao jornal O Globo, publicada neste domingo (26), o ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT) afirmou ter sido abandonado pelo irmão, Cid Gomes (PSB), durante a campanha presidencial nas eleições de 2022. O ex-ministro revelou a recusa do senador em coordenar sua campanha para presidente da República, no Ceará.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

“Simplesmente eu fui lá e pedi a ele: ‘Não faça isso, você está me abandonando, e eu estou sozinho’. Pedi para ele coordenar minha campanha, e ele disse que não”, contou. Ao final da disputa, Ciro terminou em quarto lugar, no cenário nacional, com 3% dos votos válidos. No Ceará, o ex-ministro obteve seu pior desempenho eleitoral em uma disputa pelo Planalto, terminando na terceira colocação, com 6,8% dos votos válidos, atrás do atual presidente, Lula (PT), que recebeu 65,91% dos votos dos cearenses; e do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que foi votado por 25,38% dos eleitores no Estado.

Além da disputa presidencial, o rompimento dos irmãos também foi marcado pelo conflito na indicação do sucessor do ex-governador e atual ministro da Educação, Camilo Santana (PT). Cid, que buscava um acordo entre PDT e PT no Ceará, defendeu a candidatura da então vice-governadora Izolda Cela (PSB), com o apoio dos petistas, enquanto o ex-presidenciável defendia que o candidato deveria ser o ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT). No final, RC foi definido como candidato pelo PDT e o PT escolheu Elmano de Freitas (PT), que venceu a disputa pelo Governo do Ceará, ainda no primeiro turno.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Em 2023, ano seguinte as disputas eleitorais, Cid Gomes e seu grupo deixaram o PDT e se filiaram ao PSB.

Confira matéria:

LINKS PATROCINADOS