sete dias sem medo da notícia
Ciro confirma encontro de Cid e JBS mas dinheiro foi para campanha de políticos
Cid Gomes e Ciro Gomes
Por : Redação CN7
23/06/17 18:54

O pré-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT) confirmou, nesta sexta-feira (23), o encontro do irmão, o ex-governador Cid Gomes (PDT), com os donos da JBS, Wesley e Joesley Batista, mas afirmou que os R$ 20 milhões em propina pagos pela empresa foram para financiar campanhas de outros políticos.

Cid foi acusado, na delação premiada de Wesley Batista, de ter extorquido da empresa R$ 20,4 milhões em 2010 e 2014 em troca da liberação de créditos da JBS junto ao Governo do Estado. Na época, Cid ainda era governador.

A declaração foi dada justamente no dia em que o processo que investiga a pagamento de propina da JBS a Cid chegou no Ministério Público Federal (MPF) no Ceará. Ciro aproveitou a ocasião para reforçar que o irmão está sendo vítima de uma perseguição política.

A mesma justificativa dada sobre a construção de um conjunto residencial em na Área de Proteção Ambiental (APA) da Meruoca sem qualquer licença ambiental.

LINKS PATROCINADOS