sete dias sem medo da notícia
Ciro condenado a pagar R$ 13,1 mil a jornalistas que fizeram matéria sobre compra do PROS
FG não tem mais como contestar negociata para assumir controle da legenda em 2014
Ciro Gomes
Por : Redação CN7
08/04/21 13:15

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) foi condenado pela Justiça de São Paulo a pagar R$ 13,1 mil a dois jornalistas da revista Veja que publicaram matéria denunciando compra do PROS do Ceará pelos FGs, por R$ 2 milhões.

Ficou comprovado não haver erro na matéria publicada pela Veja.

Em tempo

Ciro não pode mais contestar: PROS foi comprado pelos FGs.

Em tempo II

O processo de Ciro foi movido em razão da reportagem intitulada “O esquema cearense”, publicada nas eleições de 2018. Ex-governador do Ceará, Ciro era, então, candidato a presidente da República pelo PDT.

Em tempo III

Os jornalistas eram Nonato Viegas e Hugo Marques.

Em tempo IV

O texto dizia que a Procuradoria da República apurava a existência de um esquema de extorsão contra empresários do Estado e afirmava que um ex-tesoureiro do Pros (Niomar Calazans) implicava Ciro no caso.

Na reportagem, Niomar dizia que o esquema era utilizado para financiar campanhas eleitorais e que Ciro e seu irmão Cid Gomes haviam comprado por R$ 2 milhões o controle do partido no Ceará durante as eleições de 2014.

LINKS PATROCINADOS