sete dias sem medo da notícia
“Ciências sem Fronteiras” é cancelado e graduação gratuita só por aqui mesmo
Ministro da Educação no governo Temer, Mendonça Filho
Por : Redação CN7
02/04/17 11:01

O programa “Ciência sem Fronteiras” era odiado por uns e amado por outros. As pessoas que conseguiam sair do país para fazer graduação em universidades dos Estados Unidos e da Europa, de graça, adoravam. Os que tentavam e ficavam por aqui, odiava.

Para além do gosto dos estudantes, de acordo com O Globo, o governo Temer “decidiu enterrar de vez uma das estrelas do governo Dilma na Educação”.

O ministro da Educação, Mendonça Filho, “fez as contas e afirma que, com o montante gasto para mandar 30 mil estudantes para fora, seria possível pagar a merenda escolar para 40 milhões de alunos da educação básica”.

Foram gastos R$ 3,2 bilhões para mandar a garotada, em 2015, estudar fora do Brasil. O MEC atribuiu o fraco aproveitamento dos alunos no exterior e, respectivamente, resultados para o país, “devido à deficiência em inglês dos brasileiros e à falta de diretrizes claras sobre que perfil de estudante deveria ser financiado”.

Quem pleiteia bolsas para pós-graduação, pode ficar tranquilo. O ministério diz que tudo permanecerá como antes.

LINKS PATROCINADOS