sete dias sem medo da notícia
Prorrogação
Cid ganha prazo de 24h para reverter derrota na disputa por controle de emendas de bancada
Cid Gomes possui apenas 12 assinaturas favoráveis a sua imposição
(Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)
Por : Redação CN7
17/11/21 19:25

A Presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO), senadora Rose de Freitas (MDB-ES), adiou por mais 24 horas a entrega das emendas de bancada do Estado do Ceará. Cid Gomes (PDT), agora, tem até às 18 horas desta quinta-feira (18) para conseguir as 15 assinaturas necessárias. Mesmo com o apoio de 2 senadores, o pedetista possui apenas 12 assinaturas favoráveis a sua imposição.

Para reverter o quadro, Cid Gomes conta com o apoio do deputado Mauro Filho (PDT), que mira convencer 3 deputados federais a mudar de posição: Célio Studart (PV), Vaidon Oliveira (PROS) e AJ Albuquerque (PP). Atualmente, a proposta do grupo dos 10 parlamentares contrários a imposição do senador garante R$ 80 milhões para o Estado do Ceará, uma diferença de apenas R$ 26 milhões em relação à proposta do ex-ministro da Educação.

A bancada cearense vive um impasse sobre o destino das emendas impositivas. Isso porque, o senador Cid Gomes exige que o dinheiro seja distribuído em 50% para o Governo do Ceará, cerca de R$ 106 milhões, 25% para a Prefeitura de Fortaleza, cerca de R$ 53 milhões, 10% para instituições de ensino federais, cerca de R$ 21,2 milhões e 15% para os parlamentares cearenses, algo em torno de R$ 32 milhões. Caso contrário, o pedetista ameaça não assinar o documento para a liberação do valor e o Estado pode perder os R$ 212 milhões que seriam destinados aos outros 183 municípios cearenses, além de Fortaleza.

LINKS PATROCINADOS