sete dias sem medo da notícia
Cid anda desesperado para aparecer em todos eventos para esquecerem suas broncas
Por : Redação CN7
01/07/17 17:18

O ex-governador Cid Gomes (PDT) está aparecendo em todos os eventos do Ceará para tentar esconder para debaixo do tapete a série de denúncias contra ele na Justiça.

Cid foi multado pelo Instituto Chico Mendes em R$ 6 milhões por construir um condomínio de luxo na Área de Proteção Ambiente (APA) da Serra da Meruoca sem licença. Além de perder o empreendimento, o ex-governador deve responder por crime ambiental.

Mas não é só isso, no último dia 23, o Supremo Tribunal Federal enviou para o Ministério Público Federal no Ceará o processo que investiga Cid por receber R$ 24,5 milhões em propina da JBS. O caso foi denunciado na delação premiada de Wesley Batista, dono da JBS.

Em 2014, o então governador do Ceará Cid Gomes extorquiu, segundo a delação, R$ 20 milhões da JBS em troca dea liberação de mais de R$ 100 mil em créditos da empresa junto ao Governo do Estado. O mesmo foi feito em 22010, quando Cid recebeu R$ 4,5 milhões. A verba teria sido usada para financiar campanhas de aliados do pedetista.

Além disso, o ex-governador também virou réu na Justiça Federal por ter usado, em 2014, o cargo à frente do Abolição para tomar um empréstimo irregular de R$ 1.3 milhões junto ao BNB com juros abaixo do valor praticado no mercado.

Para finalizar, a 17ª Vara Federal na Bahia aceitou denúncia contra Cid por irregularidade cometida no Aeroporto de Salvador em 2012. O então governador andou no meio da pista de aterrissagem, ocasionando suspensão de pousos e decolagens por cinco minutos. A ação se encaixa em crime de atentado contra a segurança de transporte marítimo, fluvial ou aéreo, previsto no Art. 261 do Código Penal.

LINKS PATROCINADOS