sete dias sem medo da notícia
Laranja da Odebrecht, cervejaria Itaipava fez doações a 81 políticos
Galpão construído pelo ex-governador Cid Gomes alugado à cervejaria Itaipava
Por : Redação CN7
02/05/17 15:48

O grupo Petrópolis, apontado na delação premiada de ex-executivos da Odebrecht como laranja da empreiteira, distribuiu cerca de R$ a pelo menos 57 políticos ainda não investigados pela Operação Lava Jato.

O grupo, responsável pela produção da cerveja Itaipava, fez doações a 81 candidatos entre 2010 e 2014, sendo que 24 já são alvo da Lava Jato. Os outros 57 receberam doações registradas na Justiça eleitoral e ainda não foram citados nominalmente em acordos de delação premiada.

Laranja da Odebrech

A Polícia Federal apreendeu na casa de um executivo da Odebrecht uma planilha com nomes de cerca de 300 políticos que teriam recebido dinheiro em 2012 e 2014. No documento, uma coluna tinha o título de “parceiro IT”, na qual estava registrados repasses de cerca de R$ 30 bilhões a vários candidatos a cargos diversos. Anotado a mão estava o nome “Itaipava” ao lado de um dos valores, revelando a identidade do “parceiro IT”.

Enquanto a cervejaria realizava os repasses a políticos no Brasil em reais, a Odebrecht devolvia o dinheiro em depósitos em dólar no paraíso fiscal de Antígua e Barbuda.

Itaipava e Cid Gomes

Em 2014, o então governador Cid Gomes, às vésperas de deixar o cargo, tomou um empréstimo irregular – Justiça já investiga o caso – junto ao Banco do Nordeste (BNB) para erguer um galpão, em Sobral, que seria alugado à cervejaria Itaipava. Além do empréstimo irregular, Cid ainda gastou R$ 2 milhões em recursos públicos para a construção de uma estrada que desse acesso ao equipamento.

Com informações do Estadão

LINKS PATROCINADOS