Sete dias por semana sem medo da notícia!
Capitão Wagner sobre nota do MPCE: “Para me chamar de mentiroso, tem que provar”
Capitão Wagner
Ouça a matéria

O deputado federal Capitão Wagner informa que não recebeu qualquer notificação, como consta em nota oficial do Ministério Público do Ceará (MPCE), sobre as ações que estavam sendo desencadeadas acerca da denúncia realizada por ele, em razão da aquisição superfaturada de aparelhos respiradores pela Prefeitura de Fortaleza. O parlamentar solicita que a Procuradoria traga a público o documento que supostamente o foi encaminhado. “Em nenhum momento recebi convite para prestar esclarecimentos sobre a denúncia,” ressalta.

Capitão Wagner salienta ainda que, de acordo com a nota publicada pelo MPCE, a Prefeitura de Fortaleza faltou com a verdade ao afirmar que, de forma espontânea, cancelou o contrato de aquisição dos respiradores no último dia 20 de maio. Segundo a nota, no dia 13 de maio, o MPCE notificou a Prefeitura acerca de irregularidades constatadas na aquisição, o que prova a tese de que o contrato não foi cancelado por livre e espontânea vontade, mas sim em detrimento da denúncia.

“Os fatos são claros. Não irei desrespeitar o Procurador Geral de Justiça, o chamando de mentiroso, como foi feito com a minha pessoa. A população está apta para tirar suas próprias conclusões e o julgamento fica a cargo do Conselho Nacional do Ministério Público,” finaliza.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também