Sete dias por semana sem medo da notícia!
Candidato que chamou Bolsonaro de louco e disse que ele deveria ser preso será reitor da UFC
Documento deve ser assinado por Bolsonaro até quarta-feira
Cândido Albuquerque

A portaria com indicação de Cândido Albuquerque como novo reitor da UFC está na mesa do presidente Bolsonaro para ser assinada até esta quarta-feira (7). O Distrito Federal manda no Ceará. O maior apoiador do advogado para o cargo é o governador Ibaneis Rocha.

Quando Cândido chega a um gabinete na Câmara, em Brasília, o deputado federal recebe telefonema na mesma hora de Ibaneis — conversa que pressiona.

Cândido está neste momento fazendo forte lobby nos gabinetes dos deputados cearenses, nos Anexos 3 e 4, contrários a sua escolha. Anda só e demonstra confiança que venceu o embate interno na UFC: será reitor sem ter votos da comunidade acadêmica.

Em tempo

Cândido foi o candidato a reitor da UFC que chamou Bolsonaro de louco e disse que ele deveria ser preso. Caso escolha Albuquerque, Bolsonaro abrirá uma crise em sua base no Ceará e entre deputados ao nomear Cândido.

Confira declarações de Cândido

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também