sete dias sem medo da notícia
Paralisação
Caminhoneiros ameaçam nova greve e paralisação geral a partir de 1º de novembro
Trabalhadores já começaram estado de greve neste final de semana
Por : Redação CN7
18/10/21 9:59

Caminhoneiros decretaram neste final de semana estado de greve e ameaçam paralisar o país. Eles protestam contra as altas consecutivas no preço do óleo diesel e falta de diálogo com o presidente Jair Bolsonaro.

Os trabalhadores cobram soluções para a pauta das reivindicações apresentada há três anos e, segundo eles, até o momento ignorada pelo Palácio do Planalto. Representantes da categoria anunciam greve geral a partir de 1° de novembro.

A decisão foi divulgada pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários Autônomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira (Sindicam), Luciano Santos, durante assembleia no 2º Encontro Nacional dos Caminhoneiros Autônomos e Celetistas, realizado no sábado (16) no Rio de Janeiro.

“Se não houver resposta concreta em cima dos direitos dos caminhoneiros autônomos, no dia 1º de novembro o Brasil todo ficará parado, disse Luciano Santos.

Reivindicações

Entre as reivindicações dos caminhoneiros destacam-se itens como o cumprimento do valor mínimo do frete rodoviários, a aposentadoria especial para a categoria (aos 25 anos de trabalho) e a mudança na política de preços da Petrobras para reduzir a flutuação do diesel. Oficialmente o governo não comentou o assunto.

*Com Correio Braziliense.

LINKS PATROCINADOS