Sete dias por semana sem medo da notícia!
Camilo nega assinatura em carta de apoio à reforma da Previdência
Texto em nova versão apela para que Estados e municípios sejam mantidos na reforma

Na noite desta quinta-feira (06), o governador Camilo Santana negou ter assinado carta de apoio à reforma da Previdência com mais de 24 chefes do Executivo estadual. A carta em nova versão apela ao Congresso para que Estados e municípios sejam mantidos na reforma previdenciária, em tramitação na Câmara.

Os governadores da Bahia, Rui Costa (PT), e do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), também não assinaram a carta. O texto será apresentado no próximo dia 11, sexta-feira, no Fórum de Governadores em Brasília, que discutirá a reforma da Previdência.

A carta diz: “Contamos com o indispensável apoio de nossos deputados e senadores para a manutenção dos Estados e do Distrito Federal na Nova Previdência, a fim de garantir o equilíbrio fiscal e o aumento dos investimentos vitais que promovam a melhoria da vida de nossos concidadãos, evitando o agravamento da crise financeira que hoje já se mostra insustentável”

O documento será protocolado na Câmara e no Senado antes do encontro na próxima semana, assim espera o articulador do texto, o governador do Distrito Federal e coordenador nacional do Fórum de Governadores Ibaneis Rocha.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também