Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Camilo lamenta que Abin tenha sido utilizada para “perseguição de pessoas públicas”

Ministro da Educação se manifestou por meio de nota enviada à imprensa

Camilo Santana

25/01/24 22:10

O ministro da Educação, Camilo Santana, se manifestou, por meio de nota enviada à imprensa, onde lamenta os indícios de que um grupo criminoso instalado na Agência Brasileira de Inteligência (Abin) teria monitorado de forma irregular o ex-governador do Ceará e outras autoridades. Segundo relatórios da Polícia Federal (PF), drones sobrevoavam a residência oficial do atual ministro da Educação, em Fortaleza, no ano de 2021, quando era chefe do Executivo cearense.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

De acordo com a PF, o grupo criminoso utilizou ferramentas de geolocalização sem autorização judicial.

Inscreva-se no canal do CN7 no Telegram

Na nota, Camilo lamenta que a Abin tenha sido utilizada para perseguição de pessoas públicas, mas diz que confia no trabalho da PF para apurar as responsabilidades.

Leia a nota completa:

O ministro Camilo Santana lamenta os fatos relatados hoje pela imprensa, que apontam que a Agência Brasileira de Inteligência, um órgão tão importante, tenha sido utilizado ilegalmente no Governo anterior para perseguição de pessoas públicas. E confia no trabalho da Polícia Federal para apurar responsabilidades, de forma a garantir a preservação do papel da Abin no fortalecimento do Estado Democrático de Direito no Brasil.”

LINKS PATROCINADOS