Sete dias por semana sem medo da notícia!
Brasil x Venezuela: jogadores venezuelanos são instruídos a não falarem sobre política
Regime ditatorial de Nicolás Maduro amedronta cidadãos
Foto: Reprodução / RONOVA Mídia

Brasil e Venezuela se encontram às 21h30 desta terça-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Contudo, o país visitante vive um momento difícil politicamente com o governo ditatorial de Nicolás Maduro, o qual não é apoiado, muito pelo contrário, pelo presidente Jair Bolsonaro, chefe do Executivo brasileiro. Por conta da situação, a federação venezuelana se pronunciou e pediu aos jogadores que “não se manifestem politicamente”.

É provável que o técnico Tite mande o time titular a campo formado por Alisson, Marquinhos, Thiago Silva, Filipe Luís, Daniel Alves, Casemiro, Arthur, Philippe Coutinho, Richarlison, David Neres e Roberto Firmino. O único desfalque da Seleção Brasileira é o goleiro Ederson, que está com uma lesão na panturrilha direita.

A Venezuela pode ir a campo com Fariñez, Rosales, Chancellor, Villanueva, Hernández, Moreno, Herrera, Rincón, Murillo, Savariano e Rondón, todos comandados pelo treinador Rafael Dudamel.

Julio Bascuña será o árbitro, auxiliado por Christian Scheimann e Claudio Ríos, todos do Chile. No VAR, Roberto Tobar (Chile), auxiliado por Fernando Rapallini (Argentina) e Alexander Guzmán (Colômbia).

Publicidade
Mais Lidas