Sete dias por semana sem medo da notícia!
Bolsonaro demite secretário de Cultura que usou ideia de ministro nazista em discurso
Jair Bolsonaro
Ouça a matéria

O presidente Jair Bolsonaro demitiu nesta sexta-feira (17) o secretário de Cultura, Roberto Alvim. O motivo foi a citação de uma frase de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda da Alemanha nazista, por Alvim, ao lançar o “Prêmio Nacional das Artes”.

Veja post de Alvim

Em tempo

Confira fala de Roberto Alvim:

“A arte brasileira da próxima década será heróica e será nacional. Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada”, diz Alvim no vídeo.

Leia frase de Goebbels:

“A arte alemã da próxima década será heróica, será ferreamente romântica, será objetiva e livre de sentimentalismo, será nacional com grande páthos e igualmente imperativa e vinculante, ou então não será nada”, disse Goebbels em pronunciamento para diretores de teatro, de acordo com o livro Goebbels: a Biography, de Peter Longerich.

Assista ao vídeo do secretário

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também