sete dias sem medo da notícia
Confusão
PF, TCU e CGU solicitam cópias da licitação do microcrédito no BNB
Walter e Haroldo querem que INEC continue no jogo. O Planalto já disse que ele sai
Por : Redação CN7
25/11/21 15:13

A Comissão de Licitação do BNB, que define qual empresa vai gerir o microcrédito na instituição, anuncia o resultado amanhã (26). Os diretores do banco Haroldo Maia e Walter Bento, que já são investigados pelo MPF pela ligação BNB-INEC, também estão na mira da Polícia Federal (PF), do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Controladoria Geral da União (CGU) devido à provável decisão de desclassificar três empresas que concorrem no pleito (CredNatal, Cactus e Acesba) e, assim, assegurar a continuidade do INEC.

A dupla que comandou o processo licitatório do microcrédito quer prorrogar o contrato do INEC por mais 3 meses. Depois, faz nova licitação, esvazia a 2ª licitação. Aí, mais três meses de INEC. Sim, o Diretor Administrativo, Haroldo Maia Jr, e o superintendente de Logística, Walter Bento, anunciarão na sexta-feira: as 3 empresas foram mesmo desclassificadas.

Em tempo

Essa decisão já foi comemorada pelo ex-presidente Romildo Rolim, que comanda esse processo de boicote ao presidente Bolsonaro de tirar a ONG petista INEC do BNB. Se tudo isso vier a se confirmar, Caixa Econômica assumirá microcrédito do BNB.

Em tempo II

INEC sai no dia 31/12.

Em tempo III

PF, TCU e CGU solicitaram as cópias da licitação do microcrédito.

LINKS PATROCINADOS