sete dias sem medo da notícia
Baquit e Antonio Granja são alvo de protesto em audiência sobre extinção do TCM
Osmar Baquit é alvo de protesto na Assembleia Legislativa
Por : Redação CN7
13/06/17 15:42

A audiência pública que debaterá a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) começou, nesta terça-feira (13), na Assembleia Legislativa, com constrangimento para os deputados governistas, em especial para o presidente em exercício da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Antônio Granja (PDT), para o relator da matéria, Osmar Baquit (PSD).

“Antonio Granja teve conta desaprovada por superfaturamento de remédios e contratação de empresa fantasma (processo 2632/94)” e “Osmar Babaqui ganha títuto de traidor mor do TCM”, diziam alguns dos cartazes levados por populares que compareceram ao debate para defender a manutenção do órgão fiscalizador.

   

Manobra dos FGs

Os irmãos Cid e Ciro Gomes, que já tentaram extinguir o TCM no final de 2016, cooptaram a deputada a Drª Silvana (PMDB) para assumir, com o apoio de parlamentares de “oposição-governista”, a liderança do grupo formado pelo PDMB/PSD/PMB. Assim, retirou o correlegionário Leonardo Araújo da relatoria da PEC da extinção do TCM, passando o cargo para Baquit, aliado dos FGs.

Confira:

Domingos Filho, Osmar Baquit, Antônio Granja, Joaquim Noronha, Odilon Aguiar, João Jaime

LINKS PATROCINADOS