Sete dias por semana sem medo da notícia!
Banco do Nordeste lança programa inédito de financiamento para startups
Poderão ser financiados até R$ 200 mil por projeto, com limite de até 100% do valor
Ouça a matéria

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, apresentou nesta quinta-feira (13) em Recife o programa de crédito FNE Startup, única linha de financiamento bancário para startups na América Latina. A linha estará disponível a partir desta sexta-feira (14) para contratação em todas as agências do BNB.

“O BNB tem se posicionado como um dos mais atuantes players fomentadores de ecossistemas inovadores em nossa área de atuação. Já vínhamos aportando recursos com taxas diferenciadas para alavancar o potencial inovador do Nordeste, norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo, por meio do FNE Inovação e das unidades do nosso Hub em Fortaleza e Salvador. Hoje, avançamos dois importantes passos nesta escalada, com a inauguração do Hub em Recife, por meio da parceria de peso com o Porto Digital, que alia toda sua maturidade à nossa expertise de Banco de desenvolvimento e com o anúncio do início da operacionalização do FNE Startup, que pode financiar operações de até R$ 200 mil reais com a menor taxa de juros do País”, comemora Romildo Rolim.

FNE Startup

Empresas e empresários classificados como microempresa ou empresa de pequeno porte, de acordo com a Lei Geral das MPEs, e Microempreendedores Individuais (MEI), caracterizados como startups, terão disponíveis montante de R$ 2,9 milhões para financiamento de projetos de inovação de produtos, serviços, processos e métodos organizacionais.

O FNE Startup visa fomentar o empreendedorismo, atraindo e mantendo, nos nove estados da Região e no Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, capital humano e modelos de negócios com alto potencial de crescimento por meio de apoio a startups de base tecnológica.

Os financiamentos contemplarão aquisição de bens de capital, folha de pagamento, despesas de remuneração de estagiários, capital de giro, quando exclusivamente associado ao investimento, treinamento, capacitação, aluguel de equipamentos e outros bens e serviços necessários à viabilização do projeto de inovação. Também serão financiáveis despesas com coworking, prestação de serviços especializados, propaganda, publicidade e paid ads, bem como serviços de armazenamento de dados, a exemplo da contratação de serviços de Cloud Infrastructure (servidor, armazenamento, serviços de manutenção) e gastos relacionados à Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

Poderão ser financiados até R$ 200 mil por projeto, sendo o limite de financiamento de até 100% de seu valor.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também