Sete dias por semana sem medo da notícia!
Autorizados R$ 10,9 milhões para usina de dessalinização de Caucaia
Equipamento funcionará no Pacheco, ponto do litoral caucaiense
Ouça a matéria

O Ministério do Desenvolvimento Regional autorizou a liberação de R$ 10,9 milhões em recursos federais para a construção de uma usina de dessalinização em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.

O equipamento funcionará no Pacheco, ponto do litoral caucaiense. A Ordem de Serviço para início das obras será assinada pelo prefeito Naumi Amorim nos próximos dias.

Com capacidade de 1.200 metros cúbicos por dia, a usina vai garantir água de qualidade a mais de 12 mil famílias de Caucaia. Isso equivale a mais de 40 mil habitantes (ou 11% de toda a população do município). “Seremos pioneiros e vamos garantir qualidade de vida a essas pessoas. Porque ter água potável em casa significa adoecer menos”, afirma Naumi, que foi pessoalmente a Brasília diversas vezes articular a autorização da verba.

A máquina será do tipo plug&play e transformará água do mar em própria para consumo humano por uma técnica conhecida como “osmose reversa”, cujo funcionamento se dá através de uma membrana semipermeável que absorve o sal e os componentes nocivos à saúde humana e deixa passar apenas a água limpa.

Quando estiver em operação, o dessalinizador da água do mar será uma alternativa à escassez de recursos hídricos. A água tratada irá para a rede de distribuição da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) até chegar tratada às casas dos caucaienses.

LICITAÇÃO
Em paralelo aos trâmites em Brasília, a Prefeitura de Caucaia realizou o processo licitatório para construção do prédio onde funcionará a usina de dessalinização. O empreendimento será erguido numa área total de 1.450 metros quadrados. O contrato com a empresa vencedora da licitação já foi assinado e será publicado no Diário Oficial do Município.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também