Sete dias por semana sem medo da notícia!
Agricultor é preso em menos de 24 horas após matar a esposa com golpes de foice
O feminicídio aconteceu em Ipaporanga e o assassino estava escondido em Ararendá
Na hora da prisão, José Alves Ferreira, o "Jales", 39 anos, não reagiu

Após intensas buscas que duraram menos de 24 horas, policiais civis da Delegacia Regional de Crateús prenderam na zona rural do Município de Ararendá (a 330Km de Fortaleza), o agricultor que assassinou a esposa a golpes de foice. O crime de feminicídio aconteceu após  mais uma discussão entre o casal, que estava separado há apenas 15 dias. O marido não aceitava o fim do casamento e tinha ciúmes da mulher.

O assassinato da dona de casa Antônia Solange Silva, 46 anos, ocorreu por volta de 14h30 da última quarta-feira (11),  no Distrito de Torrões, na zona rural do Município de Ipaporanga (a 375Km de Fortaleza).  O assassino atingiu a vítima com vários golpes de foice. A mulher teve morte imediata e o criminoso fugiu.

Ontem, policiais de Crateús descobriram o paradeiro do assassino. Após praticar o feminicídio, o agricultor José Alves Ferreira, 39 anos, conhecido por “Jales”, fugiu de Ipaporanga e foi se esconder na casa de familiares, na localidade de Bonfim dos Carrilhos, na zona rural de Ararendá.  No momento em que a casa foi cercada pelos policiais, o suspeito não reagiu nem procurou fugir, sendo rapidamente dominado.

Ele foi encaminhado à Delegacia Regional de Crateús, onde acabou autuado em flagrante por assassinato qualificado, com pena de 12 a 30 anos de reclusão.

Publicidade
Mais Lidas
Leia Também