Hidrogenio verde e o combustivel do futuro
eusebio junino

Acopiara tem contas atrasadas e cofre zerado, diz gestão que reassumiu pela 3º vez

Prestadores de serviço essenciais com meses de atraso e fornecedores sem receber

(Foto: reprodução/vídeo)

11/01/24 10:40

Após o terceiro afastamento do prefeito eleito em Acopiara, Antônio Almeida Neto (MDB), pelo Ministério Público do Ceará, a cidade enfrenta uma série de problemas financeiros, segundo a prefeita que reassumiu, Dra. Ana Patrícia. Conforme apurado, a gestão tenta reequilibrar finanças da prefeitura que se encontra com prestadores de serviço essenciais com meses de atraso e fornecedores sem receber. Dra. Ana Patricia tornou-se chefe do executivo em Acopiara no dia 21 de dezembro de 2023, com a deflagração da operação “Verus Dominus”.

Siga o canal do CN7 no WhatsApp

A operação do MPCE afastou por 180 dias o prefeito eleito, como também a secretária de Gabinete e a chefe da licitação da gestão. Foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão. A Justiça também autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal dos envolvidos para aprofundar as investigações. Os mandados foram cumpridos em Acopiara, Iguatu e Fortaleza, Ipaumirim e Baixio.

Em Acopiara, a Dra. Ana Patrícia, disse que já ordenou o corte das despesas para reequilibrar as contas públicas. Além disso, reforçou que segue as recomendações do MPCE sobre a redução de cargos comissionados e os exageros financeiros em ano eleitoral. A gestora afirmou: “o momento de Acopiara exige equilíbrio e moderação. É preciso e urgente equilibrar as contas da prefeitura e colocar os serviços públicos para funcionar e melhor atender toda a população”.

LINKS PATROCINADOS